Home NotíciasCoronavírusMédico diagnosticado com Covid-19 mantém atendimento a pacientes em MG; falta substituto

Médico diagnosticado com Covid-19 mantém atendimento a pacientes em MG; falta substituto

médico covid minas

A prefeitura da cidade de Pirapetinga, na Zona da Mata, decidiu manter um médico da cidade diagnosticado com a Covid-19 no atendimento aos pacientes. Pelas redes sociais, o prefeito do município, Enoghalliton Arruda (PRB), justificou que não há substitutos.

O caso aconteceu nessa segunda-feira (1º). O médico, mesmo após receber o diagnóstico positivo para o novo coronavírus, seguiu na unidade hospitalar da cidade. O prefeito disse que o profissional está bem e segue assintomático. Ele ressaltou ainda que um novo médico deve chegar à cidade para substituir o infectado.

Leia mais: Comerciantes de Contagem vão à Justiça pedir reabertura de bares, academias e outros segmentos

“Todos nós sabemos da dificuldade em encontrar outro médico para assumir o plantão, ainda mais no momento em que estamos vivendo, onde o cenário é: diversos profissionais sendo contaminados e, portanto, sendo afastados do trabalho. Outro médico está a caminho para suprir o plantão. Graças a Deus, após muitas tentativas, conseguimos”, disse.

Prefeito honesto

Ainda na postagem, Enoghalliton, disse que optou por avisar à população sobre o caso. “Achariam justo que ninguém fosse informado que o médico testou positivo? Achariam bonito que alguém fosse atendido sem ser informado? A primeira medida de nosso hospital foi avisar aos que procuraram atendimento no momento. Óbvio que o mesmo médico não poderia sair do pronto socorro sem ser substituído, pois no caso de uma real situação de emergência, ele estaria lá”, escreveu.

Leia mais: Pais usam carrinho de mão para transportar filha após consulta em MG

Repercussão

Nos comentários da postagem do prefeito, moradores da cidade exaltaram a atitude como reconhecimento ao trabalho do médico. “Adorei seu esclarecimento, pois, com a vida não se brinca porque só temos uma. Vamos sair dessa se Deus quiser e ele quer”, escreveu uma moradora.

Outra internauta se mostrou preocupada com o avanço da doença entre os profissionais de saúde no município. “Infelizmente se começar a pegar nas pessoas que estão na linha de frente, o que não é difícil, pois médicos trabalham em vários hospitais, em várias cidades, vai ficar cada vez mais difícil. Estamos em tempos de guerra. Acho que não entenderam ainda”, escreveu.

Situação na cidade

De acordo com o último boletim da SES-MG
(Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), divulgado na manhã desta
terça-feira (2), Pirapetinga tem 18 casos confirmados da doença e uma morte.

Comentários