Home NotíciasPolíticaLíder do 300 do Brasil diz ter sofrido ataque hacker do Anonymous

Líder do 300 do Brasil diz ter sofrido ataque hacker do Anonymous

sara winter

Por Carlos Carone e Mirelle Pinheiro

Mergulhada em polêmicas e investigada no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que apura casos de fake newsuma das líderes do movimento de direita 300 do Brasil, Sara Fernanda Giromini, mais conhecida como Sara Winter, utilizou suas redes sociais para afirmar ter sido alvo de um ataque hackerSegundo a bolsonarista, dados pessoais dela e de seus familiares foram disseminados na internet com o objetivo de expor todos que a cercam.

Leia mais: Record e CNN Brasil afastam repórteres que estiveram com Bolsonaro

Sara Winter ficou no centro das atenções após ter sido alvo de mandado de busca e apreensão determinado pelo Supremo no âmbito das investigações sobre a disseminação de notícias falsas e ameaças contra ministros da Corte. Em uma de suas postagens, a coordenadora do movimento pró-Bolsonaro na capital federal relatou ter sido, supostamente, atacada por um grupo hacker mundialmente conhecido.

Em um segundo post, a bolsonarista revelou que seus familiares passaram a sofrer ameaças de morte. “Os números de meus familiares já foram invadidos por ameaças de morte. Processaremos CPF por CPF desses canalhas!! Estou avisando, tentem fazer o que quiserem comigo, se tocarem num fio de cabelo do meu filho, se arrependerão pro resto da vida! Deixem minha família em paz!”, alertou.

Leia mais no Metrópoles, parceiro do BHAZ

Leia mais: Policial ameaça atirar em funcionários de hospital para ver corpo de irmão

Comentários