Home VeículosAcelera aíMercedes lança no Brasil o AMG GT 43

Mercedes lança no Brasil o AMG GT 43


A marca alemã lança no Brasil o cupê superesportivo AMG GT 43, que desembarca por aqui numa série limitada a 20 unidades. O modelo, que é o segundo integrante da família GT a contar com quatro portas, é equipado com motor 3.0 de seis cilindros, que gera 367cv; e tecnologia EQ Boost, um alternador de partida, que rende mais 22cv. Destaque também para as linhas bem marcantes e robustas do design, a grade dianteira com desenho exclusivo da divisão AMG, os faróis Multibeam LED e as enormes rodas de liga de 20 polegadas. O preço sugerido é de R$ 575.900.

O novo AMG GT 43 tem design externo expressivo, que conta com capô baixo, silhueta marcante e visual robusto, que dão ao modelo o aspecto de superesportivo.

O visual esportivo é completado pelos faróis MULTIBEAM LED, teto solar elétrico, roda de liga leve AMG de 20” com raios múltiplos e a grade de proteção do radiador exclusiva da Mercedes-AMG.

Leia também: Novo Jeep Wrangler Rubicon

Sensual purity

Segundo os designers da marca alemã, o lançamento segue a filosofia de design sensual purity, que reúne proporções marcantes com superfícies convexas e uma carroceria imponente.

Eles ressaltam que que as formas dinâmicas com superfícies convexas proporcionam ao GT 43 “uma elegância atemporal, enquanto sua silhueta fluida, com a área envidraçada rebaixada ressalta toda a esportividade do modelo”.

Leia também: VW apresenta o novo Nivus

Como nas persianas do radiador dos demais modelos GT, o Airpanel na frente da entrada de ar central melhora a eficiência aerodinâmica do veículo.

Linguagem AMG

A parte traseira do novo Mercedes-AMG GT 43 mantém itens familiares da linguagem de design AMG GT. Suas lanternas em LED extremamente finas definem a linha característica da soleira do porta-malas da família.

O defletor traseiro extensível em vários estágios reforça a esportividade e é um elemento importante na aerodinâmica.

Leia também: Vender usado na pandemia

Por dentro, os painéis de controle podem ser manuseados intuitivamente e configurados de acordo com a preferência do motorista. O GT 43 conta com widescreen cockpit e teclas para vários comandos no volante AMG.

Iluminação ambiente

Outro destaque é a opção de iluminação ambiente disponível em 64 cores, aquecimento dos bancos do condutor e acompanhante, climatização automática com Thermotronic, que controla o clima interno em quatro zonas.

O novo modelo conta com o sistema de som Burmester, que tem 14 alto-falantes de alto desempenho e Amplificador DSP de 10 canais com uma saída total de 640 watts.

Sistema EQ Boost

Debaixo do capô está um motor de seis cilindros em linha e três litros de capacidade, que gera 367cv de potência e 51kgfm de torque. E o alternador de partida EQ Boost fornece potência e torque adicionais de até 22cv e 25,5kgfm, respectivamente.

Com esse conjunto, o GT 43 acelera de 0 a 100km/h ame apenas 5 segundos e chega à velocidade máxima de 270km/h.

Leia também: Aliança contra ataca

A tecnologia EQ Boost combina o motor de partida e o alternador em um motor elétrico entre o motor e a transmissão. No modo de saturação, mais de 80% da energia é devolvida à bateria.

Partida silenciosa

O dispositivo também permite funções híbridas, como o Silent Start, que garante a partida silenciosa do motor. No modo de planagem, o motor pode ser desligado completamente.

No pacote tecnológico, destaque também para o AMG Track Pace, que é quase um engenheiro de corrida virtual, fornecendo tempos de volta, setor e aceleração, além de dados selecionados de telemetria ao vivo, que o motorista/piloto pode analisar e melhorar suas habilidades de condução em pistas isoladas de maneira proposital.

Configuração

Já o AMG Dynamic Select transforma o GT 43 em um “foguete”, alterando características do motor, transmissão, suspensão e direção do veículo. A configuração é otimizada para dirigir em superfícies escorregadias ou na pista de corrida, conforme a situação.

Leia também: Teste do Jeep Compass Trailhawk

O sistema AMG Active Ride Control é responsável por garantir estabilidade e agilidade, compensando, por meio de componentes eletrônicos, os movimentos de rolamento, fazendo com que suspensão e direção respondam com precisão às condições de condução e à superfície da estrada.

Leia também: Equinox Midnight 1.5

O superesportivo tem chave inteligente e função que possibilita que a tampa do porta malas seja aberta e fechada de forma totalmente automática, com um simples “movimento de chute” abaixo do sensor no para-choque traseiro.

Farol alto automático

O assistente adaptativo de luz alta identifica o tráfego ou veículos que se aproximam à frente por meio de LEDs sem que haja a necessidade de mudar para os faróis de médios.

Outro destaque no quesito segurança é o Active Braking Assist, que previne colisões traseiras e acidentes com o cruzamento de pedestres e ciclistas à frente do veículo. Além do aviso de distância e colisão, ele também fornece um reforço de freio, caso o condutor acione os freios com força insuficiente.

Leia também: Dia do Automóvel

Já o Active Parking Assist procura uma vaga de estacionamento adequada e, em seguida, conduz o veículo até o posicionamento final na vaga previamente identificada.

Fotos: Mercedes-Benz/Divulgação



Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários