Home NotíciasBHNova flexibilização vai reativar 92% dos empregos em BH; prefeitura reforça importância de cuidados

Nova flexibilização vai reativar 92% dos empregos em BH; prefeitura reforça importância de cuidados

bh 92% comercio flexibilizacao nova onda

A nova flexibilização do comércio (leia aqui) anunciada nesta sexta-feira (5) vai ativar, ao todo, 92% dos empregos em Belo Horizonte, informa a prefeitura da cidade. A gestão municipal voltou a criticar as pessoas que ignoram as orientações de saúde, como caminhar em avenidas, e reforçou a importância da manutenção dos cuidados.

“Vejo algumas pessoas fazendo atividade física na avenida Bandeirantes [região Centro-Sul de BH] sem máscara… A gente fica pensando como a pessoa cuida da saúde fazendo atividade física ao mesmo tempo em que não cuida da mesma saúde ao sair sem máscara”, criticou o secretário de Saúde da capital mineira, Jackson Machado.

Leia mais: Sogro passeia de mãos dadas com genro para superar homofobia

“Pessoa cuida do coração [ao fazer caminhada], mas não previne o risco de adquirir uma doença grave. Fico em dúvida se é comportamento suicida ou idiota, como disse o prefeito [Alexandre Kalil]”, complementou Machado, que também coordena o grupo responsável por definir a reabertura do comércio na cidade.

‘Só essencial’

O secretário de Sáude voltou a reforçar sobre a importância do belo-horizontino sair de casa apenas se for essencial – mesmo com a nova flexibilização do comércio.

Leia mais: Menina que desapareceu após sair de casa em Betim é encontrada

“É importante que as pessoas usem máscaras e só saiam para o essencial, higienizem as mãos… Provavelmente vamos passar uns anos tendo de tomar esses cuidados. É um novo modelo de vida, a menos que apareça uma vacina de muita eficácia”, afirmou Jackson Machado.

92% dos empregos ativos

A PBH anunciou nesta tarde uma nova flexibilização que entra em vigor a partir da próxima segunda-feira (8). Na lista dos segmentos liberados, estão calçados, artigos esportivos, decoração, plantas, tabacaria, dentre outros. Confira a relação:

  • Artigos usados
  • Artigos esportivos, de camping e afins
  • Calçados
  • Artigos de viagem
  • Artigos de joalheria
  • Souvenirs, bijuterias e artesanatos
  • Plantas, flores e artigos para animais (exceto comércio de animais vivos)
  • Bebidas (sem consumo no local)
  • Instrumentos musicais e acessórios
  • Objetos de arte e decoração
  • Tabacaria, Armamentos, Lubrificantes

Importante ressaltar que todos os comércios liberados anteriormente continuam com a permissão para funcionar. Estão nesse grupo os considerados essenciais, que desde o princípio podem funcionar; e os que compuseram a chamada primeira onda de flexibilização.

Os segmentos dessa primeira onda são:

DOM/Reprodução

Os considerados essenciais são:

DOM/Reprodução

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Vitor Fórneas

Vitor Fórneas

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários