Serraria Souza Pinto inicia suporte a moradores de rua da capital

serraria souza pinto suporte moradores rua
Projeto vai beneficiar cerca de mil pessoas todos os dias (Paulo Lacerda/Fundação Clóvis Salgado + Amanda Dias/BHAZ)

A Serraria Souza Pinto começou, neste sábado (13), o projeto de suporte à população de rua no enfrentamento da pandemia de Covid-19 em BH. O local, que integra o conjunto arquitetônico da Praça da Estação, na região Centro-Sul da capital, foi preparado para receber 600 pessoas diariamente.

Como o BHAZ noticiou no dia 3 de junho (leia aqui), o projeto é uma iniciativa da Pastoral de Rua da Arquidiocese de Belo Horizonte e vai disponibilizar atendimento social, espaço para que os moradores tomem banho, além de distribuir lanches, kit-frio e café da manhã.

Além dos serviços prestados a esta parcela mais vulnerável da população, a Serraria também vai servir para triagem: as pessoas que forem detectadas com os sintomas do novo coronavírus serão encaminhadas para unidades hospitalares.

Ao todo, serão mais de 150 hospedagens disponíveis para receber pessoas em grupo de risco que estão nas ruas, nesta que é uma proposta inédita no país: “É a primeira cidade do Brasil a fazer algo do tipo, é um marco importante para ajudar essas pessoas”, contou ao BHAZ a representante da Pastoral da Rua, Maria Cristina Bove, quando a campanha foi lançada.

‘Dura realidade’

Diariamente, o local funcionará das 8h às 16h, com capacidade para receber 600 pessoas. No entanto, com a distribuição de lanches e kit-frio (composto por sacos de dormir e roupas de frio), além dos serviços sociais, o número de atendidos pode chegar a mil pessoas.

“Tomara que ajude bastante, pois estamos em uma situação de pandemia que mostrou como é dura a realidade dessas pessoas. É o momento de ficar em casa, mas eles não têm para onde ir”, diz Maria Cristina.

“Precisamos mudar a visão da sociedade e do capital, pois muitos pensam no dinheiro e não pensam no social. É injusto viver em uma sociedade onde alguns podem se proteger enquanto outros morrem nas ruas”, complementa.

Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Redatora do BHAZ desde outubro de 2019. Jornalista graduada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG) e com atuação focada nas editorias de Cidades, Guia e Cultura no BHAZ.