Home VeículosAcelera aíConfira como a Toro Freedom 1.8 se saiu em nossa avaliação

Confira como a Toro Freedom 1.8 se saiu em nossa avaliação


Andamos em uma das versões intermediárias da picape, que é equipada com motor 1.8 Flex, que rende 139cv com etanol, e câmbio automático de seis velocidades. Além do já consagrado design da carroceria, responsável em grande parte pelo sucesso da Toro no mercado brasileiro, destaque também para o espaço interno, o bom nível de conforto e estabilidade proporcionado principalmente pela suspensão traseira multlink e para o sistema de troca manual junto ao volante. Por outro lado, a performance do motor 1.8 é um pouco limitada para uma picape que pesa mais de uma tonelada e meia e faltam airbags laterais na lista de itens de segurança.

As linhas equilibradas da Toro caíram no gosto do consumidor brasileiro. Elas misturam elegância, esportividade e robustez e contribuíram muito para que a picape seja uma das mais vendidas no Brasil.

Opção intermediária

A versão Freedom que avaliamos é uma das opções intermediárias. No pacote de itens de série, destaque para o controle automático de velocidade, ar-condicionado de duas zonas e multimídia com tela de sete polegadas.

Leia também: Hilux repaginada

Mas se o comprador quiser gastar mais, há o pacote S-Design (confira os itens no final do texto), com itens mais voltados para incrementar o visual; e o Pack Stile, que inclui revestimento parcial dos bancos em couro sintético, além do sistema Start/Stop.

Pacote de segurança

A lista de itens de segurança traz equipamentos importantes como controles de tração e estabilidade, assistente de partida em subida e monitoramento da pressão dos pneus, mas deixa de fora itens como airbags laterais.

Leia também: Toro mais completa

A Toro oferece um espaço interno capaz de acomodar quatro adultos e uma criança com certo conforto e, na caçamba (que tem porta traseira dividida), cabem 820 litros.

Capota marítima

A versão Freedom traz de série capota marítima e revestimento e iluminação da caçamba. Mas falta protetor do vidro traseiro.

O acabamento interno é de bom nível e os bancos são confortáveis. A assistência elétrica da direção está bem calibrada, o volante tem boa pega e é fácil encontrar uma boa posição de dirigir.

Leia também: Jeep Compass Trailhawk

A ergonomia é outro ponto positivo, pois são fáceis os acessos aos principais comandos.

De passeio

A suspensão da Toro é um de seus pontos fortes, pois consegue equilibrar bem conforto com estabilidade, deixando a sensação de um carro de passeio e evitando aquele pula-pula comum da maioria das picapes quando rodam sem carga na caçamba.

Leia também: Teste do Equinox Midnight 1.5

Por outro lado, o motor 1.8 Flex não proporciona uma performance digna do visual esportivo da Toro.

Start/Stop

Vale investir R$ 1 mil para equipar a versão Freedom com o sistema Start/Stop, que desliga o motor nas paradas e ajuda a reduzir o nível de consumo, que não é baixo, nos grandes centros urbanos.

Leia também: Nova Strada é revelada

Já o câmbio automático de seis velocidades tem funcionamento suave. Para uma tocada mais esportiva, é melhor usar a tecla “Sport” (no painel) e as trocas manuais junto ao volante.

Texto e fotos: Eduardo Aquino

Ficha Técnica

Motor – Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.747cm³ de cilindrada, flex, que gera potências de 135cv (gasolina) a 5.750rpm e de 139cv (etanol) e torques de 18,7kgfm (gasolina) e de 19,2kgfm (etanol) a 3.750rpm

Transmissão – Tração dianteira e câmbio automático de seis marchas

Direção – Com assistência elérica

Suspensão – Dianteira, tipo McPherson com rodas independentes; e traseira, do tipo multlink com rodas independentes

Dimensões – Comprimento, 4,94m; largura, 1,84m; altura, 1,67m; e entre-eixos, 2,99m

Freios – Discos ventilados na dianteira e tambores na traseira

Rodas e pneus – Rodas de liga de 16 polegadas, calçadas com pneus 215/65 R16

Volume da caçamba (VDA) – 820 litros

Tanque – 60 litros

Peso (em ordem de marcha) – 1.651 quilos     

Principais equipamentos de série – Controles de tração e estabilidade, alarme, ar-condicionado de duas zonas, barras longitudinais no teto, capota marítima, central multimídia com tela de sete polegadas do tipo touchscreen (Apple CarPlay, Android Auto e comandos de voz), computador de bordo, faróis de neblina com sistema cornering, Sistema Isofix para fixar cadeiras infantis, assistência de partida em rampa, iluminação interna da caçamba, sistema My Car Fiat (personaliza funções do carro), controle automático de velocidade, porta-escadas, quadro de instrumentos de 3,5 polegadas personalizável, retrovisores externos com tilt down e indicadores de direção integrados, revestimento de caçamba, sensor de estacionamento traseiro com câmera de ré e sistema de reconhecimento de voz e sensor de pressão dos pneus.

Opcionais – Pack Stile (bancos revestidos parcialmente em couro e descanso de braço traseiro central), R$ 4.000,00; Pacote S-Design (logos Fiat escurecido, pintura cinza na capa dos retrovisores externos, grade superior dianteira e barras de teto, faixa adesivas no capô e tampa traseira da caçamba, rodas com pintura escurecida, badge S-Design nas portas dianteiras, santantônio, estribos laterais pretos, interior escurecido (teto e colunas), cor específica da moldura da central multimídia, saídas de ar, alças das portas e aros dos alto-falantes, bancos revestidos com mescla de couro e tecido, painel das portas dianteiras revestidos em couro e com costura preta e apoia copos e braços no banco traseiro), R$ 5.000,00; e sistema Start/Stop (desliga o motor nas paradas), R$ 1.000,00.

Preços – R$ 117.990,00. Com todos os opcionais (incluindo pintura metálica), sobe para R$ 126.490.



Acelera Ai

Acelera Ai

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários