Home NotíciasBHPompéia e Alto Vera Cruz têm recordes de mortes por Covid-19

Pompéia e Alto Vera Cruz têm recordes de mortes por Covid-19

mortes covid bh

Os bairros Pompéia e Alto Vera Cruz, ambos na região Leste de Belo Horizonte possuem o maior número de mortes causados pela Covid-19 na capital mineira. De acordo com dados divulgados pela PBH (Prefeitura de Belo Horizonte), nessa quarta-feira (17), das 82 mortes provocadas pelo novo coronavírus na cidade, três ocorreram no Pompéia e outras três no Alto Vera Cruz.

BH tem 3.548 casos do novo coronavírus e 2.844 pessoas que já se recuperaram da doença na capital. Confira aqui o boletim completo. O documento não relata, entretanto, qual o número de infectados por bairro.

Leia mais: Em carta à Conmebol, Globo rescinde contrato da Libertadores

Ao todo, são 52 bairros com mortes registradas. Seis, tiveram dois óbitos por Covid-19, são eles: Barro Preto Carlos Prates, Estrela do Oriente , Itaipu, São Gabriel , Santa Efigênia. Veja a lista de bairros que registraram um óbito:

  • Alípio de Melo
  • Anchieta
  • Aparecida
  • Beija Flor
  • Belmonte
  • Belvedere
  • Boa Vista
  • Campo Alegre
  • Candelária
  • Casa Branca
  • Castelo
  • Céu Azul
  • Conjunto Paulo VI
  • Coqueiros
  • Cruzeiro
  • Diamante
  • Dom Joaquim
  • Floresta
  • Graça
  • Gutierrez
  • Itapoã
  • Jaqueline
  • Jardim São José
  • João Pinheiro
  • Lindéia
  • Maria Goretti
  • Nova Cachoeirinha
  • Nova Cintra
  • Novo Aarão Reis
  • Novo Ouro Preto
  • Padre Eustáquio
  • Paulo VI
  • Pindorama
  • Piratininga
  • Santa Cruz
  • Santa Sofia
  • São Tomáz
  • Saudade
  • Serra
  • Unidas
  • Vila Clóris
  • Vila Nova Cachoeirinha I
  • Vila Vista Alegre
  • Vista Alegre

Veja onde estão os casos:

Leia mais: Sortudo! Apostador de BH ganha sozinho R$ 1,2 milhão na Lotofácil
BH já registrou 82 mortes por Covid-19 (PBH / Reprodução)

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Aline Diniz

Aline Diniz

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários