Home NotíciasBrasilFacebook investiga caso do ‘Homem Pateta’ que aterroriza crianças

Facebook investiga caso do ‘Homem Pateta’ que aterroriza crianças

homem pateta aterroriza crianças

Por Ranyelle Andrade

Você já ouviu falar no Homem Pateta? Um alerta divulgado pela Polícia Civil nesta semana adverte pais e responsáveis para perfis no Facebook com o codinome Jonatan Galindo, que têm causado pânico em crianças e adolescentes. Usando fotos que remetem ao famoso personagem da Disney, as páginas interagem com menores de idade na rede social por meio de mensagens perturbadoras, que podem induzir ao suicídio.

Leia mais: Homem é preso suspeito de estuprar enteada de 12 anos em Betim

Além de cruel, esse tipo de conduta é considerada é crime no Brasil. De acordo com Lei nº 13.968, aprovada no ano passado, induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou a praticar automutilação pode gerar uma pena de seis meses a seis anos de prisão. Questionado pelo Metrópoles, o Facebook Brasil afirmou estar ciente do caso e que tem tomado as devidas providências.

No Facebook, há vários perfis com a descrição da Polícia Civil (Reprodução)

Dicas para proteger seus filhos

Leia mais: ANS decide se planos de saúde continuam obrigados a cobrir exame de Covid-19

Essa não é a primeira vez que o uso das redes sociais se torna uma ameaça para os pais. Em 2017, o desafio da baleia azul, surgido em uma rede social russa, viralizou entre jovens e foi associado a uma onda de suicídios entre crianças e adolescentes (relembre aqui).

Em uma cartilha com dicas para ajudar os pais a protegerem seus filhos na internet, a delegada de Polícia Civil Fernanda Lima afirma que a melhor estratégia para proteger as crianças desse tipo de ameaça é manter um diálogo aberto com elas. Isso por que menores com problemas de relacionamento com os pais tendem a ser alvos mais fáceis de criminosos nas redes sociais.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Comentários