Home NotíciasBrasilPedido de auxílio emergencial é feito em nome de Marcola, líder do PCC

Pedido de auxílio emergencial é feito em nome de Marcola, líder do PCC

pedido coronavoucher marcola pcc

Por Mirelle Pinheiro

Entre os milhares de requerimentos para receber o auxílio emergencial do governo federal, um chama a atenção. Trata-se de pedido feito em nome do líder do PCC (Primeiro Comando da Capital), Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. Ele cumpre pena no Presídio Federal de Brasília, onde estão outros integrantes da facção considerados extremamente perigosos. Até a manhã desta quinta-feira (25), o nome de Marcola constava como sob análise no site da Caixa Econômica Federal. Após a Dataprev ser acionada pela reportagem do Metrópoles, o requerimento foi retido, por estar sob suspeita.

Leia mais: ANS decide se planos de saúde continuam obrigados a cobrir exame de Covid-19

A Dataprev disse que o CPF em questão “já está na blacklist do seu banco de dados, assim como outros informados pelo Depen [Departamento Penitenciário Federal]”. Às 13h, a reportagem consultou o cadastro novamente e constava que o “requerimento estava retido para processamento adicional”. Fontes do Departamento Penitenciário Federal (Depen) confirmaram que a solicitação foi feita, mas alertaram que fraudadores podem ter utilizado os dados do interno para solicitar o benefício, uma vez que o acesso à internet é terminantemente proibido no sistema federal.

A reportagem apurou, ainda, que o Depen, apesar de não ser o responsável por fiscalizar e liberar qualquer recurso federal referente ao auxílio faz, paralelamente, um levantamento dos nomes de internos que podem ter sido usados em fraudes ou por familiares. Alguns chegaram a receber a quantia. Os dados serão enviados ao Dataprev.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Leia mais: Homem instala câmera em tênis para ‘espionar’ mulheres no metrô e acaba preso

Comentários