Home NotíciasBHCefet-MG retoma atividades por ensino remoto em agosto

Cefet-MG retoma atividades por ensino remoto em agosto

cefet mg retomada atividades

Perto de completar cinco meses de suspensão do calendário escolar, o Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) já tem data para retornar com as atividades, de forma remota. A instituição confirmou que a retomada das atividades letivas deve acontecer a partir de 3 de agosto.

O Ensino Remoto Emergencial, adotado pela instituição, busca minimizar os impactos do isolamento no processo de aprendizagem. Assim, o plano considera importante preservar os vínculos intelectuais e emocionais dos estudantes com os demais membros da comunidade escolar.

Leia mais: Guarda municipal de Betim é preso após agredir a esposa

A medida é válida para os ensinos técnico e superior e para todos os campi da instituição. A retomada será escalonada, entre os dias 3 e 12 de agosto. O período anterior ao retorno será utilizado para preparar as atividades de ensino remoto. As férias docentes, que estavam previstas entre 13 e 27 de julho, serão reprogramadas para este ano ainda.

UFMG

A retomada das atividades, por meio remoto, do Cefet-MG segue a tendência também adotada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Para a graduação, o período letivo recomeça a partir da primeira semana do mês de agosto por meio do ensino remoto emergencial. A decisão foi aprovada em 25 de junho, em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFMG.

Leia mais: Racha na Fernão Dias tem 300 motos, preso e uma jovem ferida

Ver essa foto no Instagram

Para a graduação, o período letivo recomeça a partir da primeira semana do mês de agosto por meio do ensino remoto emergencial. A decisão foi aprovada nesta quinta (25) em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da UFMG. A retomada das atividades acadêmicas se dará em três fases, propostas pela Câmara de Graduação e aprovadas pelo Cepe: . • A primeira, a que estamos atualmente, na qual serão priorizadas a oferta de atividades acadêmicas complementares para os estudantes concluintes de cada curso e as ações voltadas para formação docente; . • A segunda, de retomada das aulas por ensino remoto emergencial, a ocorrer a partir da primeira semana de agosto. Até lá, um novo calendário escolar também será elaborado; . • E a terceira, ainda sem data, de ensino remoto emergencial com ampliação gradual das atividades presenciais. Vale reforçar que, antes da retomada das aulas na modalidade remota, haverá um período para ajuste nas matrículas. Todo esse processo será feito de modo a garantir a qualidade de acesso à internet e aos equipamentos para a comunidade universitária. Por isso, serão anunciadas nos próximos dias diversas medidas para garantir a inclusão digital. No carrossel acima, você confere os principais pontos das decisões que envolvem os estudantes de graduação. Mais informações podem ser acessadas no Portal UFMG e na primeira sanfona da página ufmg.br/coronavirus, onde foram disponibilizados todos os documentos de referência. #UFMG #voltaàsaulas #atividadesacadêmicas #ensinoremotoemergencial

Uma publicação compartilhada por UFMG (@ufmg) em

Comentários