Home NotíciasBHSurto de Covid-19 atinge andar do Hospital João XXIII; pacientes são transferidos

Surto de Covid-19 atinge andar do Hospital João XXIII; pacientes são transferidos

O Hospital João XXIII, localizado na região Centro-Sul de Belo Horizonte, precisou transferir pacientes internados lá, nesta semana, por conta de um surto de Covid-19 identificado no sexto andar da unidade. A Fhemig (Fundação Hospitalar de Minas Gerais) confirma a situação, por meio de nota (leia na íntegra ao fim do texto), e diz ter adotado medidas de segurança e higienização contra o novo coronavírus.

De acordo com a fundação responsável pela administração do João XXIII, depois de identificado, o paciente fonte do surto foi imediatamente transferido para o Hospital Eduardo de Menezes junto com outros internados que testaram positivo para a doença, mesmo os assintomáticos. O Eduardo de Menezes é referência em tratamento de Covid-19 na capital.

Leia mais: Goiás tem dez casos de Covid-19 no elenco antes de enfrentar o São Paulo

Servidores que trabalharam no sexto andar do hospital também foram testados, mas nenhum caso foi confirmado entre os trabalhadores. Além de transferir os pacientes e testar a equipe, a Fhemig realizou a desinfecção do terminal de enfermarias e aumentou o prazo de troca de acompanhantes, de 24 para 48 horas, com o objetivo de evitar a circulação de pessoas.

Por fim, a fundação ressalta que os trabalhadores do hospital receberam o mesmo treinamento de unidades referência no atendimento à Covid-19 e que seguem os mesmos protocolos.

Nota da Fhemig na íntegra

Leia mais: Chuvas de meteoros poderão ser vistas no Brasil este mês

“A Fhemig informa que alguns pacientes do Hospital João XXIII, da enfermaria no sexto andar, que são crônicos, foram confirmados para Covid-19. Foi identificado o paciente fonte e imediatamente transferido para o Hospital Eduardo de Menezes, assim como todos os contatos que vieram positivos, mesmo assintomáticos, para acompanhamento. Os servidores das demais enfermarias do andar foram também testados, assim como os pacientes.

A Direção do hospital não foi notificada de infecção de servidores no andar, que passaram por exames. Como manda o protocolo vigente sobre a covid-19, profissionais de saúde confirmados para a doença são imediatamente afastados.

O Hospital João XXIII integra uma rede de saúde que cumpre o protocolo clínico comum para covid-19. Esse protocolo, com todo detalhamento, está disponível publicamente na página da Fhemig. Além do isolamento imediato, foi feita a desinfecção terminal das enfermarias e foi aumentado o prazo de troca de acompanhantes, de 24 para 48 horas, para evitar a circulação de pessoas que têm contato externo.

Os servidores do HJXXIII são treinados com os mesmos protocolos das unidades de referência para atendimento à Covid-19, uma vez que muitos pacientes apresentam o diagnóstico para a doença nestes hospitais. Destaca-se ainda que o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) não possuem distinção entre as unidades, sendo que a recomendação de uso varia conforme a complexidade do paciente. Ou seja, mesmo não sendo referência, o HJXXIII está apto para tratar pacientes com a doença“.

Roberth Costa

Roberth Costa

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal no ano de 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove de Belo Horizonte e tem como foco a editoria de Cidades.

Comentários