Home NotíciasBHPBH reduz horário de circulação dos ônibus e aumenta tempo de espera

PBH reduz horário de circulação dos ônibus e aumenta tempo de espera

Horário ônibus BH

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) reduziu o horário de circulação dos ônibus na capital e aumentou o tempo de espera entre uma viagem e outra para uma hora. A decisão foi anunciada em decreto do prefeito Alexandre Kalil (PSD), publicado no DOM (Diário Oficial do Município), desta terça-feira (7).

Confira o que muda:

Leia mais: Abrasel aciona a Justiça para reabrir bares e restaurantes em BH
  • Dias úteis: ônibus circulam das 5h às 21h59;
  • Sábados: das 5h às 20h59;
  • Domingos e feriados: de 6h às 9h59min e entre 16h e 19h59min, exceto para linhas alimentadoras das estações de integração, que também terão viagens aos domingos e feriados na faixa horária compreendida entre 20h e 20h59min.

Outra mudança assinada pelo prefeito é o intervalo entre as viagens dos coletivos, que não poderão ultrapassar o tempo de uma hora entre as saídas. Antes, esse tempo era de 40 minutos fora do horário de pico e 30 minutos, nos horários de maior demanda (confira o decreto na íntegra aqui).

Impacto

Leia mais: Índice de jovens com Covid-19 no mundo triplica em 5 meses, diz OMS

A medida vai impactar a vida de quem precisa utilizar o transporte público muito cedo, como quem trabalha em postos de gasolina, padarias, no comércio varejista e, também, para quem sai do trabalho muito tarde.

O novo decreto inviabiliza os horários de funcionamento estipulados pela própria PBH (saiba mais aqui). Para quem trabalha em padaria e precisa utilizar o transporte público, fica impossível estar no local de trabalho às 5h, com os ônibus iniciando a circulação no mesmo horário.

(Reprodução/DOM)

Reclamações

Pelas redes sociais, quem precisa utilizar o transporte público diariamente criticou as medidas adotadas pela prefeitura. “Por que não tranca as ruas logo? Vai gerar menos transtorno”, reclamou uma usuária.

O BHAZ entrou em contato com a BHTrans para entender o que levou a tomada de decisão sobre as medidas e o impacto da ação na capital. A reportagem ainda aguarda retorno sobre os questionamentos. Caso a autarquia se posicione, o material será atualizado.

Coronavírus em BH

O último boletim epidemiológico, disponibilizado nesta segunda-feira (6), pela SMS (Secretaria Municipal de Saúde) mostra 8.273 casos confirmados do novo coronavírus, e 177 mortes na capital mineira.

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários