Home NotíciasInternacionalDepois de ser demitida, mulher é indiciada por tentativa de incriminar homem negro

Depois de ser demitida, mulher é indiciada por tentativa de incriminar homem negro

Uma mulher branca de 41 anos será indiciada após ligar para a polícia e dizer ter sido ameaçada por um homem negro, que observava pássaros em Nova York (EUA). Amy Cooper será indiciada formalmente após acusar falsamente um homem negro de tê-la ameaçado no Central Park. Um vídeo do momento foi gravado, viralizou nas redes e abriu mais um debate sobre privilégios brancos. As informações são do Washington Post.

A mulher ganhou notoriedade nacional no final de maio, depois de ter sido capturada em um vídeo em que ameaçava chamar a polícia para o homem, afirmando: “Vou dizer a eles que um homem afro-americano está ameaçando minha vida”.

Leia mais: Corpo de bebê é achado dentro de lixeira em supermercado

O vídeo se tornou viral depois que foi publicado, fazendo comparações com outros casos e provocando discursos sobre as maneiras pelas quais os brancos forjam situações contra pessoas negras que não fizeram nada errado.

Cooper foi acusada na segunda-feira (6) de relatar falsamente um incidente de terceiro grau, disse o procurador do distrito Cyrus Vance Jr. – uma contravenção penal que acarreta uma pena máxima de um ano de prisão ou três anos de liberdade condicional, além de multa de até US$ 1.000.

Leia mais: Mulher se assusta ao encontrar cobra de 2 metros no banheiro de casa

“Nosso escritório fornecerá ao público informações adicionais à medida que o caso prossegue”, disse Vance em comunicado. “Neste momento, gostaria de incentivar qualquer pessoa que tenha sido alvo de falsas reportações a entrar em contato com nosso escritório. Estamos fortemente comprometidos em responsabilizar os autores dessa conduta”, explicou.

O homem para quem a mulher chamou a polícia, Christian Cooper, que não é parente dela, se recusou a comentar as acusações. Após o incidente em maio, ele disse ao Washington Post: “Não acho que haja uma pessoa afro-americana na América que não tenha experimentado algo assim em algum momento”.

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.

Comentários