Home NotíciasCoronavírusGuarda Civil acaba com festa de 48h em meio à pandemia em Contagem

Guarda Civil acaba com festa de 48h em meio à pandemia em Contagem

festa aglomeração contagem

Mesmo com medidas de restrições por conta da Covid-19, um grupo de 60 pessoas foi abordado pela Guarda Civil de Contagem realizando uma festa que já durava 48h. O evento ocorreu em uma chácara do município da região metropolitana da capital. A abordagem aconteceu na noite dessa terça-feira (7), após uma denúncia anônima. De acordo com o chamado, uma grande comemoração acontecia em uma propriedade na rua Epitácio Pessoa, no bairro Nacional, desde o último domingo (5).

Viaturas da Guarda e da PM (Polícia Militar) foram ao local, onde encontraram jovens ouvindo música alta. Os envolvidos foram revistados, no entanto, nada foi encontrado. Os participantes confessaram que estavam usando drogas no local.

Leia mais: Meteoro ‘super brilhante’ cruza céu de Minas e imagens impressionam

Ao todo, 17 carros estavam no sítio. A festa foi encerrada, e os proprietários do local foram autuados. Eles poderão receber uma multa com valor que varia de R$ 500 a R$ 5 mil.

Recorrente

Festas com aglomerações têm sido recorrentes em chácaras e sítios de Contagem. No último domingo (5), a Guarda Civil do município também precisou intervir em uma comemoração com mais de 50 pessoas. Na ocasião, um homem, que tinha com mandado de prisão em aberto, foi detido e o dono do local pode ser multado.

Leia mais: Índice de jovens com Covid-19 no mundo triplica em 5 meses, diz OMS

A fiscalização foi ao local após receber uma denúncia anônima, por volta das 14h do domingo. Os guardas encontraram os participantes da festa aglomerados, sem máscaras e desrespeitando as medidas de contenção ao novo coronavírus (leia mais aqui).

Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários