Home NotíciasBrasilFacebook suspende rede de desinformação ligada a filhos de Bolsonaro

Facebook suspende rede de desinformação ligada a filhos de Bolsonaro

facebook suspende rede

O Facebook suspendeu, nessa quarta-feira (8), uma rede de contas na rede social vinculadas a assessores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a dois dos filhos dele. Segundo a empresa, a rede era usada para espalhar mensagens políticas de desinformação.

De acordo com a Reuters, o Facebook afirma que, apesar dos esforços para disfarçar quem estava por trás da atividade, os vínculos foram encontrados. As contas eram associadas às equipes de dois parlamentares, a dois assessores do mandatário, e a dois dos filhos do presidente – o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Leia mais: Braga Netto está com Covid-19; governo já soma sete ministros infectados

O que diz o Facebook?

Nathaniel Gleicher, chefe da política de segurança cibernética do Facebook, disse à Reuters que as contas foram removidas por usarem perfis falsos e outros tipos de “comportamentos não-autêntico coordenados”, o que viola as regras da empresa.

Ainda assim, ele disse que não há evidências de que os próprios políticos tenham operado as contas. Segundo Gleicher, o que se pode afirmar é que funcionários desses gabinetes estão envolvidos nas plataformas do Facebook que se envolveram “nesse tipo de comportamento”.

Leia mais: Jovem morre após ser baleada por GCM em baile funk no interior de SP

O Palácio do Planalto foi questionado pela Reuters e não se pronunciou. O senador Flávio Bolsonaro disse, em nota, que o governo Bolsonaro foi eleito com forte apoio popular nas ruas e nas redes sociais e, por isso, é possível encontrar milhares de perfis de apoio.

Sofia Leão

Sofia Leão

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários