Home NotíciasMinas GeraisJustiça revoga prisão de filha de Ricardo Nunes, da Ricardo Eletro

Justiça revoga prisão de filha de Ricardo Nunes, da Ricardo Eletro

justiça prisão filha ricardo eletro

A Justiça revogou, a pedido do MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), a prisão de Laura Nunes, filha do empresário Ricardo Nunes, fundador da Ricardo Eletro, e do superintendente da empresa Pedro Daniel Magalhães. Os três foram detidos, nessa quarta (8), em uma operação que investiga crimes de sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Ricardo foi preso em São Paulo e trazido para Minas na manhã de ontem, ele vai prestar depoimento na manhã desta quinta-feira (9). Laura e Pedro foram soltos porque estão colaborando com as investigações.

Desvio milionário

Leia mais: Governo de Minas antecipa pagamento de servidores em um dia

A investigação suspeita que o trio, que fazia parte do quadro de sócios da empresa, desviou cerca de R$ 400 milhões em impostos que deveriam ser repassados ao governo Estadual. O crime teria sido cometido por, ao menos, cinco anos (leia mais aqui). De acordo com o MPMG, a Ricardo Eletro cobrava o imposto dos consumidores, embutido no preço dos produtos, mas não fazia o repasse ao Estado. A prática também ocorria em vários locais do país.

“Direto com o Dono”

A operação “Direto com o Dono”, que foi composta pelo MPMG, Secretaria de Estado de Fazenda e Polícia Civil, cumpriu, na manhã de ontem, três mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara de Inquéritos de Contagem. Os mandados foram cumpridos em Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, São Paulo e Santo André, no interior de São Paulo.

Leia mais: Pai é condenado a pagar R$ 50 mil por abandono da filha em MG

Além dos mandados de prisão, a Justiça já determinou o sequestro de bens e imóveis do dono do negócio, avaliados em cerca de R$ 60 milhões. O objetivo é ressarcir o dano causado ao Estado de Minas Gerais.

Comentários