Home NotíciasPolíticaPresidente do STJ manda Queiroz para prisão domiciliar, com tornozeleira

Presidente do STJ manda Queiroz para prisão domiciliar, com tornozeleira

Por Thayná Schuquel e Luciana Lima

O presidente do STJ (Superior Tribunal de Justiça), ministro João Otávio de Noronha, concedeu na tarde desta quinta-feira (9) prisão domiciliar a Fabrício Queiroz, ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). A medida também vale para a sua companheira, Márcia Aguiar, que era considerada foragida até agora. Entre as medidas restritivas definidas por Noronha está a de que Queiroz terá que usar tornozeleira eletrônica.

Leia mais: Braga Netto está com Covid-19; governo já soma sete ministros infectados

O ex-PM foi preso na manhã do último dia 18 de junho, em Atibaia (SP), na região do Vale do Paraíba, em um imóvel do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef.

A prisão ocorreu na Operação Anjo, do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) em conjunto com a Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo (MPSP). Muito próximo da família Bolsonaro, o ex-PM é investigado por participação em esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), quando Flávio era deputado estadual.

Leia a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Leia mais: Jovem morre após ser baleada por GCM em baile funk no interior de SP

Comentários