Home NotíciasBrasilStephany, do meme ‘bêbada de Curitiba’, morre após luta contra câncer

Stephany, do meme ‘bêbada de Curitiba’, morre após luta contra câncer

Stephany se tornou meme conhecida como a 'bêbada de Curitiba'

Após uma intensa luta contra um câncer raro no ovário, Stephany Rosa da Silva, que ficou conhecida em todo o Brasil após se tornar meme, morreu nessa segunda-feira (13). Em junho, Stephany iniciou uma campanha para custear o tratamento da doença e arrecadou R$ 120 mil, porém o tempo não foi o suficiente.

Aos 30 anos, ela faleceu após ficar internada no Hospital Marcelino Champagnat. De acordo com o jornal Tribuna, do Paraná, a jovem será velada e sepultada nesta terça, no Cemitério do Santa Cândida.

Leia mais: Prefeito recomenda ozônio no ânus contra Covid-19

Repercussão nacional

Em 2012, um vídeo de Stephany foi visto ganhou repercussão nacional e ela ficou conhecida como a “bêbada de Curitiba”. Ela voltava de um bar onde comemorou seu aniversário de 22 anos, quando foi abordada por policiais e detida por dirigir embriagada.

Enquanto conversava com repórteres, Stephany passou a jogar “piadinhas” para um dos profissionais e foi o suficiente para que as imagens fossem compartilhadas aos montes nas redes sociais.

Leia mais: Mãe desmaia ao saber que 4 familiares morreram em acidente

Ajuda

Stephany foi diagnosticada com um câncer no ovário em 2018 e, desde então, lutava para tratar a doença. No mês passado, ela criou uma vaquinha para ajudar no tratamento, em terapias alternativas, fisioterapia, adaptações para cuidados em casa, além da medicação.

O valor estimado era de R$ 20 mil, no entanto, ela conseguiu arrecadar R$ 120 mil para custear os tratamentos. Pelas redes sociais, ela ganhou o apoio de internautas, que torciam pela sua melhora.

Despedida

Nesta terça (14), amigos de Stephany e seguidores usaram as redes sociais para se despedir e prestar homenagens a ela. “Descanse em paz Stephany. Nossa família sente muito por esse momento”, escreveu uma prima de Stephany. Confira a repercussão:

Rafael D'Oliveira

Rafael D'Oliveira

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários