Covid-19: Barreiras sanitárias já avaliaram mais de 100 mil pessoas em BH

barreira sanitária bh
Objetivo da barreira é saber se a pessoa apresenta sintomas da Covid-19 (Amanda Dias/BHAZ)

Para tentar conter o avanço do novo coronavírus em Belo Horizonte, a prefeitura colocou pontos de fiscalização em locais estratégicos da capital. O objetivo é averiguar se as pessoas que estão chegando na cidade apresentam sintomas da doença, ou se tiveram contato com um algum infectado.

As barreiras sanitárias começaram em 18 de maio e, até a última quinta-feira (16), quase um milhão de pessoas já foram avaliadas e mais de 470 mil veículos foram abordados. Confira os dados consolidados do serviço até 16 de julho:

  • Veículos abordados – 471.496
  • Pessoas avaliadas – 945.652
  • Encaminhamentos para serviço de saúde – 2.371

Nesta segunda-feira (20), as fiscalizações acontecerão em 10 pontos, conforme informou a PBH (Prefeitura de Belo Horizonte), por meio da SMSA (Secretaria Municipal de Saúde). Veja os pontos:

  • Av. Amazonas, próximo ao viaduto do Anel Rodoviário;
  • Av. Nossa Senhora do Carmo, no trecho do Belvedere;
  • Av. dos Andradas, no trecho entre a Rua Itaguá e Rua Itamar;
  • Av. Cristiano Machado, próximo à Rua das Guabirobas;
  • Av. José Cândido da Silveira, no trecho entre a MG-05 e Rua José Moreira Barbosa;
  • Av. Presidente Juscelino Kubitschek, próximo à Rua Conde Pereira Carneiro;
  • Av. Dom Pedro I, próximo à Rua Bernardo Ferreira da Cruz
  • Estação São Gabriel;
  • Estação Pampulha;
  • Estação Diamante.

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais) orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.