Filho é preso suspeito de matar e esquartejar a mãe em BH

O corpo da mulher foi encontrado sem cabeça e ainda não foi encontrado pelos policiais (Reprodução/Google Street View)

Atualizado às 16h00 do dia 27/07/2020 para retirar a informação inicial errônea de que o crime aconteceu em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte.

A Polícia Militar e agentes da Polícia Civil prenderam na noite dessa sexta-feira (24), no bairro Londrina, em Santa Luzia, na Grande BH, Manuel José dos Santos Filho, de 30 anos. Ele é suspeito de matar e esquartejar a própria mãe, Riziomar Monteiro Ferreira da Silva, de 52 anos.

O delegado Guilherme Catão informou que o crime foi cometido na casa da mãe. “A perícia conseguiu tirar foto do colchão onde a vítima foi morta e encontrou sangue compatível com o lençol que a gente achou no local do crime”, explicou o delegado.

De acordo com a PM, Manuel José estava drogado quando foi detido e não explicou a motivação do crime.  A Polícia Civil informou que instaurou inquérito para investigar a morte e que o suspeito foi encaminhado ao Sistema Prisional.

Mala é encontrada

O corpo esquartejado de Riziomar Monteiro foi encontrado dentro de uma mala, em um terreno no bairro Canaã, na região Norte de Belo Horizonte, na divisa com Santa Luzia, na região metropolitana, na noite dessa sexta-feira (24). De acordo com a polícia, a cabeça não foi localizada.

Segundo a Polícia Militar, uma pessoa encontrou a mala e ligou para o 190. Os militares isolaram o local e chamaram a perícia. No local do crime, foram encontradas uma sacola e uma caixa de papelão, que estavam ao lado da mala e tinham partes do corpo.

Os policiais também encontraram roupas femininas, masculinas, infantis e uma capa de colchão. De acordo com testemunhas, os objetos teriam sido despejados por uma Saveiro.

Marcela Gonzaga
Marcela Gonzagamarcela.gonzaga@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.