Home NotíciasVariedadesCabeleleila Leila: Meme ‘gruda’ na cabeça de internautas e origem confunde

Cabeleleila Leila: Meme ‘gruda’ na cabeça de internautas e origem confunde

cabeleleila leila eduardo

Uma série de propagandas ficcionais criadas pelo humorista Eduardo Sterblitch tem divertido os internautas, e até confundido alguns, que acreditam que os comerciais são reais. O mais famoso é o “Cabeleleila Leila”, um anúncio diferente para o programa “Sterblitch Não Tem Um Talk Show”.

“Cabeleireira Leila: cabelos, unhas, hidratação e unha. Cabeleireira Leila: venha fazer suas unhas, seus cabelos, e até mesmo hidratar suas madeixas de cabelo conosco. Tudo esterilizado para você não ficar mal”, inicia a propaganda que viralizou nas redes. “Ela e seu sobrinho-neto Luiz Claudio vão fazer suas unhas e cortar seus cabelos de uma forma maravilhosa. Leila Cabeleireiros: o salão de cabeleireiro da cabeleireira Leila”, finaliza.

Leia mais: Leo Chaves descarta volta de dupla sertaneja com irmão Victor

O vídeo, feito de uma forma mais “amadora” e muito dinâmica, divulga um salão fictício. Com erros de português e dicção, o sucesso foi tamanho que as pessoas chegaram a acreditar que se tratava de algo real. Contudo, as propagandas não passam de uma brincadeira de um quadro do programa do humorista. Veja:

‘Espaço Carioca’

Leia mais: ‘Dona Florinda’ diz que parar de exibir ‘Chaves’ é ‘agressão às pessoas’

Além da “Cabeleleila Leila”, outra propaganda que fez sucesso entre os internautas é da lanchonete “Espaço Carioca”. Na propaganda, o humorista ironiza a dimensão que os lanches têm no Rio de Janeiro, sempre muito bem completos. Veja:

Nas rede sociais, as pessoas se divertem e fazem outros memes semelhantes às propagandas. Alguns internautas ficaram em dúvida sobre a origem dos comerciais. As fotos de pessoas que aparecem são de bancos de imagem, ou seja, nada ali é real. Veja a repercussão:

Vitor Fernandes

Vitor Fernandes

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.

Comentários