Home NotíciasCoronavírusMinas tem menor taxa de mortalidade por Covid-19 do Brasil

Minas tem menor taxa de mortalidade por Covid-19 do Brasil

ambulância hospital profissionais saúde bh

Chegando a quase 3 mil mortes em decorrência da Covid-19, Minas Gerais é o estado com a menor taxa de mortalidade pela doença no Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, com base em dados atualizados nessa quinta-feira (30), a taxa de óbitos por 100 mil habitantes em Minas é de 12,7. Hoje, o estado registra 127.106 casos confirmados de Covid-19 e 2.769 óbitos causados pela doença.

O chefe de gabinete da SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), João Pinho, afirmou, nesta sexta-feira (31), que os dados do Ministério da Saúde referentes à mortalidade no estado estão “muito próximos da realidade”. Ele explica que isso se dá porque, segundo a SES-MG, todos os óbitos suspeitos são testados para confirmar a doença.

Leia mais: Kalil decreta luto em BH após país registrar 100 mil mortos
gráfico taxa mortalidade covid brasil
Gráfico mostra, com dados do Ministério da Saúde, taxa de mortalidade por 100 mil habitantes em cada estado, pela Covid-19 (Reprodução/Governo do Estado de Minas Gerais/Facebook)

Logo atrás de Minas, está o Mato Grosso do Sul, com uma taxa de mortalidade de 12,8 por 100 mil habitantes. Em ordem crescente, depois dos dois primeiros vêm: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Goiás, Bahia, Tocantins, Piauí, Maranhão, Paraíba, Alagoas, Distrito Federal, Roraima, São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso, Acre, Espírito Santo, Pará, Amapá, Pernambuco, Rio de Janeiro, Amazonas, Roraima e Ceará.

Números

Leia mais: Taxa de contágio da Covid-19 em Minas está abaixo de 1 e indica recuo

Hoje, Minas Gerais registra 127.106 casos confirmados de Covid-19 e 2.769 óbitos causados pela doença. Nas últimas 24 horas, foram registrados 3.691 novos casos e 77 mortes. Confira a mudança nos números do novo coronavírus em Minas, de ontem para hoje, de acordo com dados do boletim epidemiológico:

  • 127.106 casos confirmados (aumento de 3%)
  • 2.769 mortes confirmadas (aumento de 2,8%)
  • 27.289 casos em acompanhamento (aumento de 1,2%)
  • 97.048 casos recuperados (aumento de 3,5%)

Alerta

O chefe de gabinete da SES-MG também ressaltou que Minas ainda vive um período de platô, ou seja, uma estabilização nos números de casos e de óbitos pela Covid-19. Na segunda-feira, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou que a projeção da pasta prevê que o platô dure até meados de agosto e, a partir desta data, Minas começará a ver uma “queda expressiva” nos números da Covid-19 (leia aqui).

Apesar de a taxa de mortalidade em Minas ser baixa em relação aos outros estados, a pasta ainda reforça que não é hora de relaxar e abandonar o isolamento social. O chefe de gabinete reforçou o pedido de que a população fique em casa e só saia se for necessário, para que a situação não se agrave.

A situação em Belo Horizonte evidencia que ainda há muito a melhorar no combate à epidemia: hoje, a capital mineira ultrapassou a marca de 500 vítimas da Covid-19, após registrar 30 novas mortes pela doença nas últimas 24 horas (leia aqui).

Reforce a proteção contra o vírus

A SES-MG orienta que a população tome algumas medidas de higiene respiratória para evitar a propagação da doença, são elas:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
Sofia Leão

Sofia Leão

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários