Covid-19: BH registra 53 mortes em 24 horas; comércio vai reabrir

Enfermeira na área hospitalar de Belo Horizonte e comércio
BH registra 605 mortes de Covid-19 (Amanda Dias/BHAZ)

A capital mineira bateu um novo recorde, após registrar 53 mortes em decorrência da Covid-19 em 24 horas. Desde o início da pandemia, em Belo Horizonte são 605 óbitos pela doença. O recorde foi no mesmo dia em que o prefeito Alexandre Kalil (PSD) informou que haverá uma flexibilização parcial do comércio na cidade nos próximos dias. Segundo o líder do Executivo municipal, os estabelecimentos poderão reabrir a partir de quinta-feira (6).  

A maioria dos infectados na cidade ainda são mulheres na faixa dos 20 a 39 anos. Os indicadores também são bastante altos entre homens da mesma faixa etária e pessoas de 40 a 59 anos, padrão que vem sendo observado desde o início da pandemia.

Mortes nas regionais

A regional Nordeste registra 84 mortes do novo coronavírus, seguida de Venda Nova com 78 óbitos. A região Oeste já contabilizou 70 mortes e a regional Barreiro e a Centro-Sul tem 68 cada uma.

Reabertura

Como o índice de ocupação de leitos de UTI ainda está na zona de alerta, o município decidiu, nesse primeiro momento, limitar os dias para abertura, para trabalhar com menor fluxo de pessoas nas ruas. 

O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, André Reis, explica que a Prefeitura visualizou a possibilidade de reabertura, mas por cautela e para a segurança da população, diminuiu o período para funcionamento do comércio. “Serão inicialmente três dias de comércio aberto e quatro dias fechado, e não o contrário. Sentiremos os impactos dessa nova retomada gradual e, nas próximas semanas, se os indicadores assim permitirem, poderemos ir ampliando gradativamente”, disse o secretário.

Uma outra mudança teve que ser feita para esta primeira semana, de acordo com o secretário de Planejamento. “Como a retomada será a partir de quinta-feira, o comércio varejista contemplado na Fase 1 poderá funcionar também no sábado. Passada essa semana, funcionarão quarta, quinta e sexta-feira, conforme previsto”, explica André.

Abertura em fases

Primeira semana da Fase 1 (de 6 a 8 de agosto):

  • Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle;
  • Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas; quinta a sábado, entre 11h e 19h;
  • Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quinta a sábado, entre 11h e 19h;
  • Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h;
  • Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quinta a sábado, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local;
  • Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, de 14h às 23h.

Segunda semana em diante da Fase 1 (a partir de 12 de agosto):

  • Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle:
  • Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta,  entre 11h e 19h;
  • Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quarta a sexta, entre 11h e 19h;
  • Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h;
  • Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local;
  • Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, das 14h às 23h.

Caso os indicadores epidemiológicos e assistenciais permitam, a progressão de fases poderá ocorrer daqui a 15 dias, quando os impactos dessa primeira semana da reabertura do comércio serão perceptíveis. 

Fase 2

  • Parques públicos (locais, regras, horários, e dias de funcionamento estão em construção)
  • Bares, restaurantes e lanchonetes

Funcionamento:

  • Bares, restaurantes e lanchonetes: segunda a quinta para horário de almoço (11h às 15h), sem venda de bebidas alcoólicas;
  • Sexta, entre 11h e 22h, com venda de bebidas alcoólicas a partir das 17h;
  • Sábado e domingo até as 22h com venda de bebidas alcoólicas. Sem restrições para delivery e retirada;
  • Praças de alimentação em shopping centers: terça a quinta, das 11h às 17h. Sexta até as 20h, com venda de bebidas alcoólicas a partir das 17h. Sem restrições para delivery e retirada.

Fase 3

  • Academias, centros de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico;
  • Clubes sociais, esportivos e similares;
  • Eventos (exposições, congressos e seminários;
  • Clínicas de estética
  • Museus

Com PBH

Marcela Gonzaga
Marcela Gonzagamarcela.gonzaga@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.