Filho de vereador furta ambulância em centro de saúde no Norte de Minas

filho de vereador e amigos em ambulância de Rubelita
Filho de vereador e amigos ainda gravaram vídeo dentro da ambulância (Reprodução/Twitter)

O filho de um vereador furtou uma ambulância de um centro de saúde na cidade de Rubelita, no Norte de Minas, durante o último fim de semana. O autor usou o veículo para se deslocar com dois amigos até uma cidade vizinha, deixando a unidade de atendimento por mais de 10 horas sem o aparato de emergência.

O caso aconteceu por volta das 4h de sábado. A ambulância estava estacionada em frente ao centro de saúde, quando foi furtada por Kildery Rodrigo Dias Morais, que é filho do parlamentar Édio de Oliveira (PSD), da cidade de Rubelita.

No trajeto até o município de Lagoa de Baixo, Kildery e os dois amigos ainda gravaram um vídeo no qual aparecem sem cinto de segurança e sorrindo.

Carona para casa

Ao G1, o sargento da Polícia Militar Walisson Durães, que atuou na ocorrência, disse que o filho do vereador estava no centro de saúde recebendo atendimento por conta de uma briga em que se envolveu. Ele foi liberado e insistiu para que uma ambulância o levasse até em casa. O transporte foi negado pelos funcionários.

“Por volta das 4h30, no momento em que o pessoal do hospital estava dentro da unidade e não tinha vigilância do lado de fora, ele furtou a ambulância e foi até Lagoa de Baixo”, contou o sargento.

Os militares foram até a casa de Édio de Oliveira, que confirmou que o filho estava com a ambulância. Segundo os policiais, o vereador relatou que o rapaz pegou o veículo porque algumas pessoas queriam agredi-lo. Ele ainda teria dito os três jovens não estavam bêbados e não agiram com objetivo de cometer crimes, pois estavam “apenas felizes”.

O trio lavou a ambulância e a devolveu sem avarias.

‘Episódio lamentável’

A prefeitura da cidade lamentou o episódio. A PM esclareceu que a ambulância só foi devolvida ao centro de saúde às 14h, deixando a população sem acesso ao veículo ao longo de toda a madrugada e manhã de sábado.

Em nota (veja na íntegra abaixo), o secretário de Saúde da cidade, Kildare Almeida, destacou as medidas adotadas pelo município. “Haverá investigação por parte da Polícia Civil de Salinas para confirmação da autoria e materialidade do referido delito, visando consequentemente a punição dos envolvidos”, disse.

O secretário afirmou também que uma “sindicância interna será aberta para apurar eventuais responsabilidades de seus servidores”, acrescentou. Confira a nota na íntegra:

nota prefeitura de Rubelita
(Divulgação/Prefeitura de Rubelita)

Rafael D'Oliveira
Rafael D'Oliveirarafael.doliveira@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.