Cãozinho deformado pela própria mãe encontra novo lar e vira ‘terapeuta’

Brodie tem o rosto desfigurado
Brodie sofreu um ataque de sua própria mãe quando tinha apenas 13 dias (Reprodução/Instagram)

Por Giulia Roriz

Uma história de superação: Brodie sofreu um ataque de sua própria mãe quando tinha apenas 13 dias de vida, o que o deixou com algumas sequelas físicas, como o crânio e o rosto desfigurado, e cegueira parcial em um dos olhos. Ele, que é uma mistura de pastor alemão com border collie, foi adotado por uma família em Alberta, no Canadá. Ao saber da história do bichano, Amanda Richter e o namorado Brad Ames criaram até um perfil no Instagram para registrar os momentos felizes ao lado do cachorro de feições únicas. A conta já reúne 159 mil seguidores.

O casal encontrou Brodie em um anúncio online e eles se encantaram na hora. “Ele é definitivamente enérgico e é tão inteligente. Seu cérebro está perfeitamente bem e ele aprende truques em 10 minutos, geralmente, o que me diz que ele é um garoto esperto ”, disse Amanda ao jornal Metro.

Agora Brodie está treinando para ser um cão de terapia para ajudar pessoas com deficiências visíveis, assim como ele. Fofo!

Leia mais matérias no Metrópoles, parceiro do BHAZ.

Comentários