Universitário mata avó após ser questionado por ter trancado faculdade

idosa assassinada pelo neto batalhão itajuba
Isadelma Selani tinha 74 anos; neto foi preso pela PM de Itajubá (Arquivo pessoal/Isadelma Selani + Reprodução/Google Street View)

Um jovem de 21 anos matou a própria avó, de 74 anos, e o cachorro dela, na noite dessa sexta-feira (7), durante um ataque de fúria. Ele morava na casa da idosa e cometeu os crimes após ser questionado por ter trancado a faculdade e gastado parte de R$ 1,2 mil dado por ela para que ele tirasse a carteira de habilitação. O caso ocorreu em Itajubá, município com quase 100 mil habitante no Sul de Minas.

O homem admitiu os crimes assim que foi detido pelos policiais militares. Ele relatou às autoridades que iniciou uma discussão com a avó, na sala da casa, por volta das 22h de ontem. O motivo principal era a preocupação da idosa com a conduta do neto, que tinha trancado o 2º período do curso de sistemas de informação em uma faculdade local e desperdiçado o dinheiro, dado por ela, para tirar CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O rapaz alegou que, em um determinado momento da discussão, foi agredido pela avó. Descontrole, ele realizou um golpe de jiu-jitsu chamado, segundo a PM, de gravata de porteiro. Com o ataque, Isadelma Selani caiu no chão com o neto em cima. O universitário afirma que, na queda, a idosa de 74 anos quebrou o pescoço.

Frieza

O rapaz afirmou que, ao ver a avó agonizando, fez “uma oração para agradecer tudo o que ela tinha feito por ele”, foi até o quarto, pegou uma faca e golpeou o pescoço da vítima. A arma tinha sido dado pela própria avó, preocupada com a segurança do neto. O rapaz ainda matou o cachorro de estimação de Isadelma. Ele afirmou aos policiais que se irritou porque o animal não parava de latir e tinha mordido um de seus dedos.

Em seguida, o homem enrolou os corpos em um tapete e uma coberta e os dispensou na garagem da residência. Ele relatou às autoridades que limpou a cena do crime com uma máquina de pressão de água e dormiu. Na manhã de hoje, foi acordado pela tia e a polícia foi acionada. O rapaz foi preso em flagrante por homicídio consumado.

Nas redes sociais, parentes lamentaram a morte de Isadelma. “Querida tia que Deus a receba e ampare e acalme nossos corações estraçalhados com a sua partida!!!!”, publicou uma sobrinha.

Thiago Ricci
Thiago Riccithiago.ricci@bhaz.com.br

Editor-executivo do BHAZ desde agosto de 2018, cargo ocupado também entre 2016 e 2017. Jornalista pós-graduado em Jornalismo Investigativo, pela Abraji/ESPM. Editor-chefe do SouBH entre 2017 e 2018; correspondente do jornal O Globo em Minas Gerais, entre 2014 e 2015, durante as eleições presidenciais; com passagens pelos jornais Hoje em Dia e Metro, TVs Record e Band, além da rádio UFMG Educativa, portal Terra e ONG Oficina de Imagens. Teve reportagens agraciadas pelos prêmios CDL, Délio Rocha, Adep-MG e Sindibel.