@COMPREEMBH, inovação e criatividade em tempos de pandemia

compras
Stevano Vicigor/Envato Elements

A inovação como estratégia competitiva é um fator essencial para o desenvolvimento do ecossistema empresarial em períodos de crise. Agora, diante da pandemia da Covid-19, observamos uma demanda exponencial por iniciativas disruptivas e empreendedoras. Afinal, as atuais fragilidades socioeconômicas exigem soluções e respostas rápidas, úteis e eficientes, capazes de assegurar a sobrevivência da economia e as melhores adaptações às transformações da realidade.

A Pesquisa Mensal de Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) produziu indicadores que permitem acompanhar o comportamento do comércio varejista no país, mensurando, inclusive, o tamanho do desafio brasileiro frente à situação agravante da pandemia: este é o recuo econômico mais acentuado desde o início dos anos 2000. Os dados mais atuais do IBGE apontam, ainda, que o comércio varejista de Minas Gerais apresentou, no último mês de maio, queda de 22,6% na série do índice de variação do volume e receita nominal de vendas, indicando os reflexos negativos das medidas de isolamento social.

Em Belo Horizonte, em um cenário em que houve queda recorde generalizada em todos os setores, um movimento estratégico e comprometido com o estímulo econômico tem ganhado cada vez mais espaço entre os comerciantes e consumidores da capital. Voltado à reinvenção do processo de vendas e ao bom uso da tecnologia durante o período mais longo de fechamento do comércio, a iniciativa Compre em BH é resultado da união de seis mulheres comprometidas com a manutenção do mercado, principalmente em versão online.

O grupo, formado por Christiana Renault, Jacqueline Bacha, Marcela Ricardo, Cristiana Kumaira, Flávia Fiuza e Fernanda Altoé, busca, através de perfil nas redes sociais (@compreembh), conectar empreendedores aos consumidores engajados e interessados em comprar no comércio local, tendência sustentável e ainda mais consciente para fortalecer a economia. O serviço é, ainda, gratuito e virtual. O movimento alcança, hoje, mais de duas mil pessoas e cerca de 50 empreendedores, comprovando que boas práticas de cidadania contribuem não só com a geração de empregos e renda, mas também com o desenvolvimento e transformação de toda a cidade.

Precisamos de mais iniciativas capazes de gerar resultados e que transformem não só Belo Horizonte, mas também outros municípios do Estado. Inovação e criatividade são essenciais para atravessarmos esse período!

Laura Serrano
Laura Serranocontato@lauraserrano.com.br

Laura Serrano é deputada estadual eleita com 33.813 votos pelo partido Novo. Economista, Mestre pela Concordia University (Canadá), pós-graduada em controladoria e Finanças e graduada pela UFMG com parte dos estudos na Université de Liège (Bélgica). É membro da Golden Key International Honour Society (sociedade internacional de pós-graduados de alto desempenho).