Após ser expulsa, humilhada e agredida, trans pede ajuda para ter casa

luna mulher trans casa
Luna precisa de ajuda para dar entrada em uma casa própria (Reprodução/Instagram)

Luna Rosa Maria dos Santos, de 22 anos, é uma mulher trans que foi expulsa de casa após constantes humilhações e agora procura um novo lar. O sonho dela é ter uma casa própria, um emprego e sair da vida da prostituição. Ao BHAZ, ela contou que achou um barracão por R$ 30 mil e, por isso, amigas criaram uma vaquinha online (doe aqui) para que tentar levantar R$ 15 mil e dar entrada no imóvel, localizado no Aglomerado da Serra.

A jovem nasceu em BH e iniciou a transição de gênero há três anos. Ela decidiu sair da casa onde morava com parentes por conta de preconceito. “Eles chegaram a me expulsar, mas depois se arrependeram, mas aí eu já não queria mais ficar lá. Tiveram algumas situações bem ruins, então achei melhor ir embora mesmo”, explica Luna ao BHAZ.

Humilhações

Dentre as situações, ela lembra que passou anos sendo mantida trancada dentro de casa, onde negavam a ela comida, banho, e a humilhavam constantemente rasgando suas roupas e a agredindo fisicamente. Após sair de casa, se viu sem saída e recorreu à prostituição.

Atualmente, ela mora de favor na casa de uma pessoa que infelizmente não tem meios de permitir que ela fique lá por muito tempo, pois não tem condições financeiras e está sendo vítima de ataques por parte dos parentes e vizinhos. “Fico me sentindo envergonhada de morar onde moro. Já sofri humilhações por lá também. Por isso decidi que é hora de ter meu próprio espaço, onde vou poder ser quem sou sem nenhum problema”, desabafa.

Luna já fez curso de cabeleireira, mas está desempregada atualmente e também não tem condições de comprar materiais para atender possíveis clientes. “Eu quero conseguir um emprego, não precisa ser de cabeleireira, apenas algo que me sustente. Pensei em telemarketing, algo assim. Quero sair das ruas, não quero mais precisar da prostituição”, conta.

Vaquinha

Na página criada para divulgar a vaquinha para Luna, é explicado que ela já foi morar em um abrigo, mas não quer voltar para lá, por conta de roubos e sucessivas agressões que sofreu. E além disso, é ressaltado que um abrigo é algo provisório, não uma residência fixa.

A ideia da vaquinha partiu de amigas de Luna. Os R$ 15 mil são para dar entrada em um barracão na Serra. O valor do imóvel é de R$ 30 mil, mas a dona do local disse que ela poderia dar essa entrada, e pagar o restante ao longo dos anos. Depois de uma reflexão, as amigas e ela chegaram a conclusão que essa seria melhor opção. Quem quiser ajudar, pode doar por aqui.

Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva da UOL.