Salários de R$ 1,6 mil: Coca-Cola tem vagas para estagiários em BH

desembargador sem máscara santos
O homem já havia sido flagrado em dois outros vídeos (Reprodução/Twitter)

Se você é estudante e está em busca de oportunidades no mercado de trabalho, não pode perder a dica a seguir: a Coca-Cola FEMSA Brasil abriu inscrições para o Programa de Estágio 2021, que inclui vagas para atuação em Belo Horizonte e em Itabirito, na região Central de Minas.

As inscrições para a iniciativa vão até o dia 6 de setembro e devem ser realizadas por meio do site 99 Jobs (clique aqui). Os interessados devem cursar bacharelado em qualquer área, mas a previsão de formatura deve ser para dezembro de 2022. Outro requisito é disponibilidade para estagiar 30h semanais. É solicitado ainda que os candidatos estudem no período da manhã ou à noite, tenha inglês avançado e disponibilidade para atuar no local da vaga que escolher, sem precisar fazer viagens.

Em BH, há vagas para o setor comercial responsável pela venda dos produtos das marcas da Coca-Cola. Já em Itabirito, a atuação ocorrerá em uma vaga que abrange todo o processo de logística, da fabricação à entrega.

Benefícios

Entre os benefícios ofertados, estão bolsa-auxílio de R$ 1,6 mil no primeiro ano de estágio e R$ 1,8 mil no segundo, além de vale-transporte, seguro de vida, assistência médica e desconto em produtos.

As etapas do processo seletivo serão conduzidas pela internet. O processo de admissão vai ocorrer em novembro e o aprovado deverá entregar toda a documentação para iniciar o programa de estágio em janeiro de 2021.

O programa vai selecionar 40 estagiários em locais de atuação da Coca-Cola FEMSA no país: Belo Horizonte e Itabirito, em Minas Gerais, Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Jundiaí, Marília e São Paulo, no estado de São Paulo.

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal em 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove. Participou de reportagens premiadas pela CDL/BH em 2018 e 2019, além figurar entre os finalistas do prêmio Sindibel, também em 2019.