Voluntários pedem ajuda para combater Covid-19 em aglomerados de MG

voluntário ao lado de pessoas beneficiadas pela ong teto
A ideia é garantir que os moradores tenham acesso à água, saneamento básico (Divulgação/TETO)

Como está sendo o seu “novo normal”? Para 231 mil famílias que vivem em aglomerados de Minas Gerais, a nova realidade continua com a luta pela sobrevivência com escassez de serviços de saúde e saneamento básico precário. Para transformar esse cenário, a organização social TETO lançou um desafio – de arrecadar R$ 94 mil em 45 dias – para sete voluntários mineiros, que agora contam com ajuda do público para ajudar as famílias que mais precisam (ajude aqui).

Esses voluntários integram a Campanha de Embaixadores, que tem a missão de arrecadar recursos para o desenvolvimento de projetos em comunidades e aglomerados e o projeto conta com a parceria do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em ETES Sustentáveis, sediado na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais)

As doações podem ser feitas online por meio da plataforma de financiamento coletivo Catarse (acesse aqui). A partir do montante arrecadado, a TETO irá construir projetos de infraestrutura básica em comunidades precárias da região metropolitana de Belo Horizonte – locais esquecidos pelo poder público durante a pandemia da Covid-19 e que estão entre os focos mais vulneráveis da doença.

Projetos urgentes

É por isso que a organização, tradicionalmente conhecida pelas atividades massivas e a construção de moradias de emergência, está focada em levantar centros de captação de água, banheiros modulares, hortas comunitárias, refeitórios e outros projetos que atendam o que se mostra mais urgente no momento: o acesso à água e saneamento básico, a
garantia de segurança alimentar e o desenvolvimento comunitário.

“Dado o contexto atual da pandemia, a atuação da TETO em conjunto com as comunidades se torna ainda mais urgente, e qualquer contribuição à Campanha de Embaixadores é extremamente importante e necessária para tirarmos do papel esses projetos”, explica Lara Fainblat, coordenadora comercial da TETO em Minas Gerais.

Sobre a TETO

A TETO é uma organização internacional que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nas favelas mais precárias por meio do engajamento comunitário e mobilização de jovens voluntários. Conta com soluções de moradia e projetos de melhoria do entorno da comunidade, como a construção de casas emergenciais e projetos habitacionais, além do fortalecimento de lideranças comunitárias e oficinas de direito. Há 13 anos no Brasil, a organização já construiu mais de 4 mil moradias de emergência, desenvolveu 50 projetos comunitários e mobilizou mais de 70 mil voluntários.

Edição: Marcela Gonzaga
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários