Hospital de campanha será desmontado; nenhum paciente foi atendido

hospital campanha minas
Hospital foi construído ao custo de R$ 5,3 milhões (Gil Leonardi/Imprensa MG)

O Governo de Minas anunciou, nesta quinta-feira (10), que vai desmontar o hospital de campanha construído para atender pacientes durante a pandemia do novo coronavírus. A unidade de saúde erguida no Expominas, na região Oeste de Belo Horizonte, foi inaugurada em julho e não recebeu nenhum paciente. A estrutura custou R$ 5,3 milhões, dos quais R$ 800 mil partiram de recursos públicos.

O secretário-geral do estado, Mateus Simões, informou que o governo vinha avaliando o desmonte da estrutura desde agosto. “A gente aguardava os índices de segurança de ocupação hospitalar da região metropolitana. Os números estão estáveis, dentro das últimas duas semanas, e portanto essa semana começa se desmontar a estrutura física”, informou.

Outros fatores foram levados em conta para a realização do desmonte, conforme informou, ao BHAZ, o Governo de Minas. São eles: ausência de demanda pelos leitos do hospital; melhoria no percentual de ocupação de leitos no estado; tendência de redução de casos no estado e fortalecimento no atendimento das unidades da rede.

hospital de campanha minas gerais
Nenhum paciente foi atendido na estrutura montada no Expominas
(Gil Leonardi/Imprensa MG)

As camas, assim como outros equipamentos da unidade, serão repassadas aos serviços de saúde e atendimento a idosos em Minas Gerais, explicou Simões. “Não haverá perda de nada que está ali. A estrutura de equipamento será absorvida pelo sistema Fhemig (Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais) e pelos hospitais públicos do estado”.

Os profissionais de saúde contratados para atuarem no hospital de campanha também estão reforçando os quadros da Fhemig. O processo de realocação teve início em 17 de agosto (relembre aqui). Na capital mineira, eles trabalham, agora, nos hospitais Eduardo de Menezes, Júlia Kubitschek e João XXIII. As duas primeiras unidades são referências em Minas no tratamento de Covid-19.

O Governo ainda informou que o hospital de campanha foi construído ao custo de R$ 5,3 milhões. “Sendo R$ 4,5 milhões de doações privadas e R$ 800 mil de recursos públicos”.

Covid-19 em Minas

Hoje, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela SES-MG (Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais), o estado registra 245.533 casos confirmados de Covid-19 e 6.009 óbitos causados pela doença. Nas últimas 24 horas, foram registrados mais 4.018 casos e 74 novas mortes. Confira o que mudou em relação ao boletim de ontem:

  • 242.533 casos confirmados – aumento de 1,68%
  • 29.272 casos em acompanhamento – aumento de 1,05%
  • 207.252 casos recuperados – aumento de 1,78%
  • 6.009 óbitos confirmados – aumento de 1,2%

Edição: Roberth Costa
Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários