SBT fecha negócio e vai exibir Libertadores até 2022

troféu conmebol copa libertadores
Globo e Conmebol rescindiram contrato após divergências financeiras (Bruno Cantini/Atlético)

É oficial: o SBT vai substituir a Globo na transmissão da Copa Libertadores na TV aberta até 2022. O anúncio de que o SBT fechou negócio com a Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) foi feito pela própria emissora, nesta quinta-feira (10), e o contrato prevê a exibição no canal de Silvio Santos até 2022.

A exibição das partidas da Libertadores na nova “casa” já começa na próxima quarta-feira (16), com as disputas entre Palmeiras e Bolívar, e Universidade Católica e Grêmio, pela terceira rodada da fase de grupos da competição sul-americana.

O campeonato havia sido interrompido em março, após as duas primeiras rodadas da fase de grupos, devido à pandemia de Covid-19. “É muito bom poder anunciar esta parceria. Sabemos que o futebol é o esporte mais popular no Brasil e, como somos também uma emissora popular, nada melhor do que podermos voltar às transmissões nacionais com um torneio como a Conmebol Libertadores”, afirmou José Roberto dos Santos Maciel, CEO do SBT, em nota (leia na íntegra abaixo).

Globo x Conmebol

A Libertadores será transmitida pelo SBT na TV aberta, mas outros veículos continuarão exibindo as partidas da competição em outras modalidades: a emissora Fox Sports na TV por assinatura, o Facebook por streaming. O contrato da Conmebol com a Globo, que previa a exibição das partidas até 2022, foi rescindido após um desentendimento em relação a valores financeiros (relembre aqui).

A emissora informou não ter tido alternativa “senão rescindir o contrato”. Ela afirma ter tentando renegociação dos valores a serem pagos, já que houve queda de receita causada pela pandemia da Covid-19, sem sucesso. A Globo e o SporTV, seu braço esportivo em canal por assinatura, eram obrigadas a fazer pagamentos anuais de US$ 65 milhões pelos direitos de transmissão (R$ 347,2 milhões em valores atuais) para partidas em canal aberto e fechado.

A Globo adotou com a Conmebol o mesmo procedimento que teve com a Fifa. A empresa tentou negociar com a entidade os pagamentos do contrato de US$ 600 milhões (R$ 3,2 bilhões). Sem acordo, entrou na Justiça para evitar a quitação da parcela de US$ 90 milhões (R$ 480,8 milhões) que tinha de ter sido feita no final do junho deste ano.

Nota do SBT

A CONMEBOL chegou a um acordo com uma das redes de TV Aberta mais importantes do Brasil, o SBT – Sistema Brasileiro de Televisão para a cessão de direitos de transmissão para as temporadas de 2020 a 2022.

A venda destes direitos foi realizada depois que o Grupo Globo rescindiu o contrato de direitos, cuja vigência ia até 2022.

‘Temos o prazer de apresentar o SBT como novo detentor dos direitos televisivos da CONMEBOL Libertadores para o Brasil. Esta aliança nos permitirá levar a emoção da Glória Eterna a mais torcedores no território brasileiro’, expressou Juan Emilio Roa, Diretor Comercial da CONMEBOL.

‘É muito bom poder anunciar esta parceria. Sabemos que o futebol é o esporte mais popular no Brasil e, como somos também uma emissora popular, nada melhor do que podermos voltar às transmissões nacionais com um torneio como a Conmebol Libertadores. Esperamos corresponder às expectativas dos fãs do futebol, do mercado publicitário e de todos aqueles que torcem pelo SBT’, diz José Roberto dos Santos Maciel – CEO do SBT.

O acordo com o SBT, para a plena satisfação de ambas as partes, garante mediante tv aberta, o acesso da enorme torcida esportiva brasileira aos jogos do torneio de clubes mais importante do continente.

O cronograma da rodada 3 da Fase de Grupos da Libertadores começa na próxima semana, e no dia 16 de setembro o SBT fará a transmissão dos dois primeiros jogos entre Universidade Católica versus Grêmio e Bolivar versus Palmeiras.

Edição: Roberth Costa
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários