‘Ciclone bomba’ atinge litoral brasileiro e deve chegar a Minas Gerais

Ventania praia rj
Além de ciclone, tempo seco e quente continua atuando sobre o estado (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Uma formação conhecida como ciclone bomba deve atingir o litoral Sul e Sudeste do Brasil hoje (14). O ciclone pode chegar, com menor intensidade, na Zona da Mata de Minas Gerais, na região próximo à cidade de Juiz de Fora. Segundo o meteorologista Heriberto dos Anjos, os ventos devem atuar sobre a região até a manhã desta terça-feira (15).

O especialista informa que o fenômeno pode atingir o nível 8 de ventania, na Escala de Beaufort. A metodologia foi criada para medir a intensidade de ventos. O índice vai até o nível 12, que é o equivalente a furacão. Isso significa que o fenômeno desta terça-feira pode alcançar uma velocidade de até 75 km/h, que é o suficiente para quebrar galhos de árvores e dificultar a caminhada contra as correntes de ar.

No estado mineiro, o ciclone chega com menor força, mas os ventos podem atingir a velocidade de 60 km/h, o que é considerado um vento forte na Escala de Beaufort.

Ciclone Bomba

Heriberto dos Anjos explica que a nomenclatura dada a esse fenômeno está ligada à brusca mudança na pressão atmosférica. “Quando passa uma frente fria na região, a pressão cai muito em 24 horas. Então o ciclone se forma no mar e se desloca para o continente”, detalha.

No entanto, o meteorologista explica que o próprio continente serve como uma barreira de proteção, com as montanhas e as construções. Por isso, as regiões mais atingidas pelo fenômeno se concentram no litoral, enquanto o interior é alcançado pelos ventos com menor intensidade.

Baixa umidade

Além do ciclone bomba, a Zona da Mata de Minas Gerais também deve ficar em estado de alerta ao longo da semana, por causa do tempo seco. Segundo o meteorologista Ruibran dos Reis, a região pode atingir 12% de umidade relativa nesta semana. O índice é equivalente ao que é observado em regiões de deserto e fica próximo ao estado de emergência.

Na região da capital mineira, a baixa umidade também permanece ao longo da semana, ficando entre 13% e 20%. Além disso, a previsão para Belo Horizonte é de temperaturas entre 17ºC e 31ºC. “Essa temperatura está de três a cinco graus acima da média registrada para a primeira quinzena de setembro nos outros anos”, acrescenta Ruibran.

Edição: Aline Diniz
Guilherme Gurgel
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários