Misto de sensações: BH pode ter recorde de calor e pancadas de chuva

Sol intenso e mulher se protegendo da chuva no centro de BH
BH pode ter recorde de calor e chuva devido a chegada de uma frente fria (Moisés Santos/BHAZ + Amanda Dias/BHAZ)

O “ciclone bomba” que deveria atingir o litoral Sul e Sudeste do Brasil não provocará efeitos em Minas Gerais, como era esperado, devido à distância do fenômeno com relação ao estado. No entanto, uma frente fria se aproxima e deve causar um misto de sensações no próximo fim de semana, principalmente em BH. A capital pode ter recorde de calor, queda de temperatura e chuva, em apenas dois dias.

Segundo a meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), Anete Fernandes, o tempo segue quente ao longo desta semana em BH e região metropolitana. A chuva só deve aparecer no domingo (20). “A chuva deve diminuir a temperatura ao longo da próxima semana”, diz Anete.

“Hoje, a temperatura máxima pode chegar a 31ºC. E vai subir gradativamente ao longo da semana, persistindo o tempo seco e a baixa umidade no período da tarde. No domingo, nós poderemos ter chuva na Zona da Mata, região Sul, no Campo das Vertentes e na Grande BH”, conta a meteorologista.

Ainda segundo a especialista, antes da chegada da frente fria e da chuva, a capital pode ter temperaturas elevadas, com possibilidade de recorde, com termômetros na casa dos 34ºC. A temperatura mais alta registrada em BH, em 2020, foi no dia 12 de janeiro com 33.8ºC.

“Com a aproximação desse sistema, a tendência da temperatura é ir aumentando gradativamente. Hoje teremos 31ºC, amanhã 32ºC, até chegar aos 34ºC no sábado. Mas, isso é uma previsão, precisamos aguardar para ver se vai ocorrer”, destaca Anete.

Ciclone bomba

Questionada se as mudanças são causadas pelo ciclone bomba, ela diz que não. “Esse ciclone está muito distante, não vai causar efeito aqui. Ele está na costa do oceano e se deslocando para o Sul. Não vai impactar em anda. Essa mudança será causada por uma sistema frontal que conseguiu avançar e deve chegar na semana que vem”, explica.

Edição: Aline Diniz
Rafael D'Oliveira
Rafael D'Oliveirarafael.doliveira@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários