Bolsonaro proíbe programa Renda Brasil até 2022

Jair Bolsonaro
Bolsonaro desiste do programa Renda Brasil (Carolina Antunes/PR)

O presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais hoje (15) para esclarecer os rumores relacionados ao programa Renda Brasil, projeto que substituiria o Bolsa Família. Em um vídeo de quase dois minutos, o chefe de Estado afirma que não quer saber mais do Renda Brasil. “Até 2022, no meu governo está proibido falar a palavra renda brasil. Vamos continuar com o bolsa família e ponto final”, determinou.

Bolsonaro argumentou que não vai tirar dinheiro dos pobres para dar para os mais pobres ainda. “Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado sobre esse assunto, pode ser. Mas por parte do governo, jamais vamos congelar salários de aposentados bem como jamais vamos fazer com o que o auxílio para idosos e pobres com deficiência seja reduzido para qualquer coisa que seja”, explicou. Veja o vídeo:

O que é o Renda Brasil?

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou, em junho deste ano, a proposta de criar o Renda Brasil, uma espécie de auxílio permanente após a pandemia do novo coronavírus. Na época, ele explicou que haveria a unificação de vários programas sociais, que incluiria também os beneficiários do auxílio emergencial. O programa iria substituir o Bolsa Família, que é pago a famílias que estão em situação de pobreza extrema e miséria.

Repercussão

Na internet, o mandatário recebeu apoio, mas também críticas. Veja algumas repercussões:

Edição: Aline Diniz
Camila Saraiva
Camila Saraivacamila.saraiva@bhaz.com.br

Jornalista formada pela PUC-Minas em 2015. Pós-graduada em Jornalismo em Ambientes Digitais pelo Centro Universitário UniBH em 2019.

Comentários