Com recorde de registros, Belo Horizonte terá 15 candidatos à prefeitura

prefeitura urna eletrônica
Capital tem nomes definidos para disputa do pleito (Amanda Dias/BHAZ + Fábio Pozzebom/Agência Brasil)

A eleição municipal vai tomando forma e agora o belo-horizontino já conhece os candidatos que vão concorrer ao cargo de prefeito da capital. Com o término do período de registro de candidaturas, neste sábado (26), o que não vai faltar são opções. Isso porque a cidade terá 15 postulantes, o recorde da história de Belo Horizonte. O número poderia ser ainda maior, mas um deputado abriu mão de concorrer ao pleito para apoiar outro parlamentar.

O registro de candidaturas também trouxe novidades. Trata-se da candidatura do PCO (Partido da Causa Operária). Com mais uma etapa do processo encerrado, começará neste domingo (27) a propaganda eleitoral. Confira abaixo quem deseja ocupar o cargo máximo do Executivo municipal entre 2021 e 2024.

Rodrigo Paiva

O candidato do Novo, partido do governador Romeu Zema, foi o primeiro a realizar o registro de candidatura no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Rodrigo Paiva é engenheiro e terá a médica Patrícia Albergaria como vice. No plano de governo, ele pontuou dez objetivos, sendo “BH de volta ao mapa” um deles, e mandou um recado aos belo-horizontinos.

“Juntos vamos inovar como nunca, usando a tecnologia a favor da prestação de serviços de qualidade para a população, com um governo focado em educação, saúde, segurança e infraestrutura e deixando a iniciativa privada florescer, com a prefeitura sendo uma parceira e não um entrave”, afirmou em um dos trechos. O Plano de Governo pode ser lido clicando aqui.

Nilmário Miranda

O PT (Partido dos Trabalhadores) oficializou a candidatura de Nilmário Miranda para o pleito com o objetivo de retornar a administração do município. A chapa do partido foi intitulada de “Por uma BH Inclusiva e Participativa”. Luana Souza poderá ser a vice-prefeita junto com o ex-deputado federal e estadual que também foi secretário de Direitos Humanos no Governo Lula.

O plano de governo chamado de “Construir uma economia afluente; uma sociedade justa e igualitária; uma cidade de todos” tem 13 itens destacados, correspondendo ao número da legenda. Entre eles está a “Política para as mulheres”. “Para o Partido dos Trabalhadores – e das Trabalhadoras – a vida, os direitos das mulheres e a igualdade racial e de gênero ocupam uma posição central para a construção de um país justo, soberano e democrático”.

Felizmente, durante a gestão do PT, foram introduzidos o "BH Cidadania" e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) com…

Posted by Nilmário Miranda on Saturday, September 26, 2020

Alexandre Kalil

O atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, vai tentar a reeleição pelo PSD (Partido Social Democrata), tendo o ex-secretário da Fazenda da capital, Fuad Noman, como vice. Na carta de apresentação de seu Plano de Governo, Kalil pontua como foi cada ano de gestão e conclui que entregou “muito” para a cidade mesmo não tendo “prometido nada”.

“É impossível citar tudo o que foi feito, mas destaco, somente na área social, que hoje Belo Horizonte tem mais crianças em tempo integral nas escolas de educação infantil; as creches foram reformadas; o Hospital do Barreiro funciona com capacidade total, oferecendo 460 novos leitos…”, destacou o atual mandatário em um dos trechos.

Kalil convenção PSD
Kalil vai disputar a reeleição pelo PSD (Ton Nettos/Divulgação PSD)

Áurea Carolina

A deputada federal e ex-vereadora de Belo Horizonte, Áurea Carolina (PSOL), será a candidata do Partido Socialismo e Liberdade. Leonardo Péricles, que chegou a cogitar a candidatura própria à prefeitura, será o vice. No plano de governo da Frente de Esquerda BH em Movimento é destacado que a “prioridade absoluta” será a construção de uma “cidade democrática, justa, sustentável e inclusiva para todas as pessoas”.

“A nossa coligação quer uma sociedade em que o seu povo possa viver bem, com alegria e proteção social, livre de toda forma de opressão e exploração. Consolidamos, assim, um programa feminista, antirracista, antietnocida, antiproibicionista, antilgbtfóbico, anticapacitista, socialista e capitalista”. O texto na íntegra pode ser lido clicando aqui.

A felicidade estampada no rosto de quem vai trabalhar muito pela #BHQueQueremos! Aí geral, tá chegando!⠀⠀A campanha…

Posted by Áurea Carolina on Friday, September 25, 2020

Wendel Mesquita

O deputado estadual Professor Wendel Mesquita vai disputar a eleição pelo Solidariedade, tendo Sandra Bini como candidata à vice-prefeita. No texto de apresentação do Plano de Governo, ele destaca que sonha com uma “BH Mais Solidária”, nome da chapa. “Uma BH mais solidária significa investir nas pessoas. Nunca a solidariedade foi algo tão lembrada como neste momento em que passamos por uma epidemia”, disse em dos trechos.

Equipe reunida nesta manhã de sábado, para ajustarmos as nossas propostas para BH. Com muito empenho e dedicação vamos…

Posted by Wendel Mesquita on Saturday, September 26, 2020

João Vitor Xavier

Quem também vai disputar as eleições é João Vitor Xavier. O deputado estadual será o candidato do Cidadania e Leonardo Bortoletto foi o escolhido para ser o candidato a vice. Na apresentação do Plano de Governo, os postulantes pontuam que a população de Belo Horizonte “merece mais”.

“Merece ter esperança, merece oportunidade de se desenvolver, merece ser ouvido e considerado, merece viver em uma cidade próspera, bonita e sustentável. Merece uma saúde pública humanizada, digna e eficiente. Merece que nossas crianças tenham, efetivamente, oportunidade de desenvolver o seu potencial e transformar sua realidade”.

Ronald Reagan acreditava que o melhor programa social é o emprego! Concordo muito!Eu acredito muito que o estímulo do…

Posted by João Vítor Xavier on Saturday, September 26, 2020

Luisa Barreto

Ex-secretária-adjunta de Planejamento e Gestão do Governo de Minas na gestão de Romeu Zema, Luisa Barreto vai representar o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) no pleito deste ano. Juvenal Araújo, ex-secretário nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Ministério dos Direitos Humanos, será o vice.

“Ninguém melhor que os próprios moradores da cidade para identificar os problemas e as soluções. As pessoas querem ocupar e servir à cidade. Para isso, os cidadãos precisam ser incentivados a participar e terem instrumentos capazes de possibilitar essa cooperação mais efetiva. Precisam de uma política pública clara no sentido de valorizar a importância da participação de todos dentro de um conceito de cidade colaborativa”, afirma a candidata no Plano de Governo.

5 fatos sobre Luísa Barreto Algumas pessoas já sabem que sou apaixonada por Gestão Pública. Foi por isso que eu optei…

Posted by Luisa Barreto on Thursday, September 24, 2020

Bruno Engler

O deputado estadual Bruno Engler é o candidato do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) para o pleito de prefeito. Na convenção do partido, onde o nome do parlamentar foi aprovado, o deputado afirmou que o momento é de mudança em Belo Horizonte e criticou a maneira como o atual prefeito trata os conservadores da capital mineira.

No portal de Divulgação de Candidaturas e Contas não está publicado o Plano de Governo do candidato, que terá Mauro Quintão como candidato a vice.

A direita vive em Minas Gerais! 🇧🇷💪🏽

Posted by Bruno Engler on Tuesday, September 22, 2020

Fabiano Cazeca

O PROS (Partido Republicano da Ordem Social) vai disputar a eleição com o empresário Fabiano Lopes Ferreira, conhecido como Fabiano Cazeca, encabeçando a chapa. O empresário de 66 anos é do ramo de consórcios de automóveis e proprietário da Multimarcas Consórcios. A médica Paula Aparecida Gomes foi a escolhida para compor a chapa como vice.

“Quero colocar a minha experiência de vida a serviço da coletividade sendo candidato a prefeito de Belo Horizonte. Não é apenas um desafio. É uma missão, para a qual me comprometo a cumprir com garra, determinação e coragem, para enfrentar os inúmeros problemas que ano após ano permanecem prejudicando a vida da nossa gente mais sofrida”, diz Cazeca no Plano de Governo.

Fabiano Cazeca
Cazeca vai disputar as eleições pelo PROS (Reprodução/Fabiano Cazeca)

Lafayette de Andrada

O deputado federal Lafayette de Andrada disputará as eleições municipais pelo Republicanos, tendo Marlei Rodrigues como vice na chapa. O parlamentar já foi vice-presidente da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais) e ex-secretário de Estado de Defesa Social.

“A candidatura de Lafayette de Andrada vem em um momento que a cidade precisa de uma pessoa experiente, com forte alinhamento com os poderes estadual e federal, com ampla experiência política, que já passou pela Câmara Municipal, Estadual e Federal”, segundo um dos trechos do Plano de Governo do candidato, que pode ser lido na íntegra aqui.

Cabo Xavier

O Cabo Washington Xavier é outro candidato ao cargo de prefeito da capital mineira. O militar será o representante do PMB (Partido da Mulher Brasileira) no pleito municipal. Após conversas internas, o partido escolheu Paula Maia para compor a chapa como vice. No portal de Divulgação de Candidaturas e Contas não está publicado o Plano de Governo do candidato.

“Toda honra seja dada a Deus e toda nossa gratidão à família e aos amigos”, escreveu o militar em publicação divulgando o registro da candidatura do PMB.

Marcelo de Souza e Silva

O empresário e presidente da CDL-BH (Câmara de Dirigentes e Lojistas de Belo Horizonte), Marcelo de Souza e Silva, será o candidato do Patriotas. Leandro Moreira, do mesmo partido, irá compor a chapa como vice. A principal bandeira é a “retomada da economia”, devido à pandemia do novo coronavírus.

“Elaborar um plano de desenvolvimento econômico de longo prazo, focado na atração de investimentos de empresas dos setores da nova economia, setores que fomentam a inovação, como aeroespacial, automotivo, microeletrônica, tecnologia da informação” é uma das propostas que integram o Plano de Governo.

marcelo cdl-bh
Presidente da CDL/BH vai disputar o pleito deste ano (Amanda Dias/BHAZ)

Marilia Domingues

O PCO (Partido da Causa Operária) registrou a chapa composta por Marilia Domingues e Silvanio Vilaça para disputar as eleições municipais. No Plano de Governo da legenda, é destacado que “os problemas fundamentais do país e da classe trabalhadora não podem ser resolvidos através de reformas advindas das instituições políticas”.

A candidatura é vista como novidade, já que não chegou a ser cogitada durante o período das convenções partidárias.

Wadson Ribeiro

O PCdoB (Partido Comunista do Brasil) terá Wadson Ribeiro como candidato à prefeitura da capital mineira. As políticas de emprego e renda básica são um dos pontos levantados no Plano de Governo da chapa, que tem Kátia Vergilio como candidata a vice.

“A prefeitura deve trabalhar na capacitação, intermediação e políticas de assistência no mercado de trabalho, bem como estimular circuitos locais de produção e consumo de modo a ampliar a criação de novos postos de trabalho”.

A volta às aulas presenciais nesse momento é muito arriscado para alunos, professores e funcionários. Precisamos…

Posted by Wadson Ribeiro on Thursday, September 24, 2020

Wanderson Rocha

O PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados) registrou a chapa encabeçada por Wanderson Rocha e Firminia Rodrigues para as eleições municipais. A formação havia sido aprovada em convenção partidária e teve a oficialização junto ao TSE.

“Nós queremos apresentar propostas emergenciais e uma saída operária e socialista para a crise. Os ricos são os que devem pagar pela crise. Hoje, os donos das fábricas, dos bancos, das construtoras, dos supermercados são os donos das cidades e do poder. Nós queremos a cidade nas mãos dos trabalhadores e do povo pobre”, afirma o partido no Plano de Governo.

Desistência

O deputado federal Igor Timo (Podemos) teve o nome aprovado na convenção do partido para ser o candidato da legenda à prefeitura de Belo Horizonte. Neste sábado (26), ele anunciou a retirada da candidatura “à pedido das bases”. O parlamentar vai apoiar a candidatura João Vitor Xavier.

“O deputado agradece aos belo-horizontinos e mineiros pela confiança e apoio à sua candidatura. Para finalizar, Igor ressalta que Belo Horizonte precisa de uma gestão eficiente e humanizada, cuidando das pessoas, para reerguer a capital, após a pandemia da Covid-19”, informou a assessoria do parlamentar por meio de nota à imprensa.

Maior da história

Somente uma série de indeferimentos da Justiça Eleitoral fará com que a eleição deste ano não tenha o maior número de candidatos de sua história, já que foram feitos 15 registros. O recorde, até o momento, era da eleição passada, em 2016, quando o belo-horizontino teve 11 opções. Veja a quantidade de candidatos a prefeito em BH desde a redemocratização:

  • 1985 – 2 candidatos
  • 1988 – 3 candidatos
  • 1992 – 9 candidatos
  • 1996 – 7 candidatos
  • 2000 – 10 candidatos
  • 2004 – 5 candidatos
  • 2008 – 9 candidatos
  • 2012 – 7 candidatos
  • 2016 – 11 candidatos

Todos os pedidos de candidaturas para o pleito de 2020 ainda estão sendo julgadas pelo TSE.

Calendário

As eleições municipais, marcadas tradicionalmente para outubro, acontecerão neste ano em 15 de novembro devido à pandemia do novo coronavírus. O horário de votação foi estendido em uma hora – das 7h às 17h – para evitar aglomeração de eleitores. Veja o calendário das eleições:

  • Convenções partidárias – de 31 de agosto a 16 de setembro
  • Registro candidaturas – até 26 de setembro, às 19h
  • Propaganda eleitoral – a partir de 27 de setembro
  • 1º turno – 15 de novembro
  • 2º turno – 29 de novembro
  • Diplomação – até 18 de dezembro
  • Posse – 1º de janeiro

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários