Belo Horizonte tem dia mais quente da história neste sábado

calor praca da liberdade bh
Em 2019, a maior temperatura foi 35,5°C, em 13 de setembro (Amanda Dias/BHAZ)

Belo Horizonte bateu um recorde não muito confortável. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), este sábado (3) foi o dia mais quente da história da capital mineira. Foi registrado 37,8ºC por volta de 13h45, na estação da Pampulha. Em 2019, a maior temperatura foi 35,5°C, em 13 de setembro. 

Segundo a Defesa Civil, “a massa de ar seco deixa os índices de umidade relativa do ar abaixo de 30%, no decorrer da tarde, até 18h de sexta-feira (9)”. A recomendação do órgão é de hidratação constante, preferência por alimentos leves e evitar atividades físicas nos momentos de maior exposição solar.

Vai piorar

Segundo o Inmet, a temperatura mínima para este sábado (3) foi de 21ºC, enquanto a máxima pode atingir os 37ºC durante a tarde. A umidade relativa mínima do ar é de 15%, enquanto a máxima não passa dos 55%. A tarde será de poucas nuvens e ventos fracos. Para este domingo (4), a mínima deve ser de 22ºC, e a máxima pode chegar a 33ºC.

Marcela Gonzaga
Marcela Gonzagamarcela.gonzaga@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde fevereiro de 2020. Jornalista graduada pela Newton Paiva. Trabalhou como produtora de TV e chefe de produção durante 14 anos, com passagens pela RecordTV, Rede Minas, RedeTV!, TV TRT-MG e TV TJMG.

Comentários