Fogo atinge Lapinha da Serra; animais se queimam ao fugir de incêndio em Minas

bezerro queimado e fogo na lapinha
Tempo seco e calor facilitam propagação de fogo em Minas (Corpo de Bombeiros/Minas Gerais)

Com o tempo seco e as altas temperaturas, os incêndios continuam se alastrando em diversas regiões de Minas Gerais. Desde a quarta-feira (7), uma linha de fogo consome a vegetação na Lapinha da Serra, em Santana do Riacho, na região Central do estado. No mesmo dia, já em Uberaba, no Triângulo Mineiro, um bezerro e duas vacas se queimaram ao tentar fugir das chamas que atingiram uma área de pastagem.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os focos em Uberaba começaram na Fazenda Espinha, onde os animais estavam. O fogo consumiu cerca de 55 hectares da área de pastagem do local, que equivalem a 77 campos de futebol. Duas vacas e um bezerro sofreram queimaduras graves causadas pelas chamas, enquanto tentavam fugir da fazenda.

Vaca ferida com queimaduras
Animais tentaram fugir da área de pastagem atingida pelo fogo (Corpo de Bombeiro/DIvulgação)

Lapinha da Serra

Na Lapinha da Serra, uma linha de fogo de aproximadamente dois quilômetros desce em sentido ao pé da serra e coloca em risco as casas dos moradores da região. O fogo, que começou na tarde da quarta-feira, preocupa a população e os funcionários do Parque Estadual Serra do Intendente, que pode ser atingido pelas chamas.

Equipes dos bombeiros combatem o incêndio na Lapinha desde a tarde de ontem, quando a corporação foi acionada. Nesta sexta-feira (9), os militares instalaram um posto de comando no local, para monitorar os focos e facilitar o planejamento estratégico do combate às chamas.

Linha de fogo na Lapinha da Serra
Linha de fogo ameaça residências no local (Corpo de Bombeiros/Divulgação)

Edição: Marcela Gonzaga
Sofia Leão
Sofia Leãosofia.leao@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco na editoria de Esportes no BHAZ.

Comentários