Pai é preso após estuprar a filha de 4 anos em Brasília e fugir para BH

Imagem ilustrativa de boneca no chão
Homem confirmou à PM que abusou da filha (Divulgação/Ministério Público)

Uma criança de quatro anos foi abusada pelo próprio pai no último domingo (11) em Brasília. O homem de 66 anos foi localizado em Belo Horizonte no mesmo dia, horas depois que desembarcou na capital.

O sargento Eremilton Gomes da Rotam (Rondas Táticas Metropolitanas da Polícia Militar) contou ao BHAZ que a polícia de Brasília fez contato com a equipe mineira relatando que um homem suspeito de estupro de vulnerável estava fugindo para BH.

Nesse momento, a corporação foi até o endereço do homem, no bairro Cachoeirinha, e fez a abordagem. “Ele nos relatou que estava brincando com a criança e veio a causar lesões nas partes íntimas dela. O homem afirmou que não houve penetração, mas que tinha abusado da filha”, detalhou Gomes.

Duas famílias

Segundo a polícia militar, o homem tem duas famílias, uma em Belo Horizonte e outra em Brasília. O abuso ocorreu com a filha mais nova na capital brasiliense, no fim da tarde de domingo (11). A mãe da menina percebeu que havia sangue na roupa da filha e perguntou a ela o que tinha acontecido. Ela contou que estava brincando com o pai. Imediatamente a mãe ligou para o marido. O homem alegou que não tinha feito nada e disse que a mãe podia levar a filha ao médico.

Foi durante o atendimento na unidade de saúde que surgiu a suspeita de estupro. A menina passou por um exame de corpo delito que indicou a violação. “A esposa contou à polícia de Brasília que o pai da criança estava em direção a BH pois tem empresa no setor de construção aqui”, contou o sargento.

O homem desembarcou na capital mineira às 21h30 e foi abordado pela polícia por volta das 23h30 na porta da casa da outra família. “Ele assumiu o que tinha feito na frente da filha mais velha que ficou estarrecida. Outros familiares como a esposa, neto e genro também estavam presentes”, revela o militar.

Liberado

O suspeito foi levado para a delegacia e a Polícia Civil de Minas Gerais informou, por meio de nota, que o suspeito foi ouvido, liberado e poderá responder por crime de estupro de vulnerável.

Nota Polícia Civil na íntegra

A Polícia Civil de Minas Gerais informa que o suspeito foi ouvido e que procedimentos preliminares para apuração dos fatos foram realizados. O Inquérito Policial terá prosseguimento em Brasília, local dos fatos. O homem foi liberado e pode responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Edição: Roberth Costa
Camila Saraiva
Camila Saraivacamila.saraiva@bhaz.com.br

Jornalista formada pela PUC-Minas em 2015. Pós-graduada em Jornalismo em Ambientes Digitais pelo Centro Universitário UniBH em 2019.

Comentários