Mulher sofre infarto e morre após brigar com marido por causa de Netflix

Controle remoto com tecla netflix
Mulher já havia tido 19 infartos anteriormente (Jorge Gryntysz/Pixabay)

Uma briga por ciúmes e Netflix pode ter sido a causa da morte de uma mulher de 55 anos, em Poços de Caldas, no Sul de Minas. Segundo informações do boletim de ocorrência, os militares foram acionados porque a mulher estaria sendo agredida pelo marido. O caso aconteceu na última quinta-feira (15), mas só foi divulgado ontem. Os filhos do casal confirmaram à PM (Polícia Militar) que a mãe não gostava quando o marido assistia televisão. O homem nega a agressão.

Ao chegarem ao local, os militares já encontraram os profissionais de saúde prestando socorro à vítima. Ela foi levada para uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas não resistiu e morreu. O filho da mulher, de 16 anos, contou aos policiais que estava na casa ao lado quando escutou a mãe gritando e dizendo que estava sendo agredida pelo companheiro. Imediatamente, ele foi até o local e encontrou a mulher conversando ao telefone. Ela chegou a dizer que foi agredida com um chute na costela. Em seguida, ela largou o aparelho, caiu e começou a passar mal. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado.

O que diz o marido?

O homem, de 56 anos, revelou aos policiais que estava assistindo Netflix, quando a esposa começou a discussão. A motivação seria ciúmes. Ele, então, foi para o quintal, já que queria evitar conflitos.

Ele contou ainda que, ao saber que a mulher estava passando mal, prestou os primeiros socorros e ligou para o Samu. Ele teria, inclusive, revelado ao serviço de emergência que a companheira já havia sofrido outros 19 infartos. Ele foi levado para a delegacia.

O que dizem os filhos?

O filho e a filha da vítima informaram à PM que não presenciaram nenhum tipo de agressão. Eles disseram que nunca viram violência física, apenas discussões. O médico que atendeu a mulher informou que não encontrou qualquer lesão visual no corpo da mulher.

Edição: Aline Diniz
Aline Diniz
Aline Dinizaline.diniz@bhaz.com.br

Editora do BHAZ desde janeiro de 2020. Jornalista diplomada pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) há 10 anos e com experiência focada principalmente na editoria de Cidades, incluindo atuação nas coberturas das tragédias da Vale em Brumadinho e Mariana. Já teve passagens por assessorias de imprensa, rádio e portais.

Comentários