Confira como foi a “eletrizante” viagem a Tiradentes com o Audi e-tron

A eletrificação global é um caminho sem volta e um dos bons exemplos do estágio atual de evolução dos modelos elétricos em produção é o Audi e-tron, que já está à venda no Brasil com preços a partir de R$ 531.990. Depois de algumas poucas voltas no trânsito urbano de BH, partimos para uma viagem à cidade turística de Tiradentes (a 190 quilômetros da capital mineira) ao volante desse SUV 100% elétrico, que tem dois motores (um por eixo) com potência combinada de 408cv e que pesa mais de duas toneladas e meia. Como são muitas as novidades e recursos tecnológicos do modelo, vamos contar essa experiência “eletrizante” em capítulos.

Foto: Eduardo Aquino

Design

A carroceria tem as linhas da nova identidade visual da Audi. Na frente, destaques para a enorme grade frontal na cor preta e para os faróis em full LED com (avançada) tecnologia Audi Matrix HD que iluminam de forma impressionante à noite.

De perfil, a linha de cintura alta e as enormes e bonitas rodas de liga de 21 polegadas, que deixam à mostra as pinças de freio na cor laranja (equipamento de série na versão avaliada, a Performance Black), chamam a atenção.

Leia mais: VW Taos está na área

Na traseira, as lanternas em LED se unem, formando um visual bem futurista.

Foto: Eduardo Aquino

Carroceria

Para tornar o e-tron um modelo eficiente em desempenho, os engenheiros tiveram que retirar peso da estrutura do carro para compensar o alto peso das baterias, adotando aços leves de alta e ultra resistência e alumínio pra todo lado: chassis, eixo, chapas etc.

Foto: Eduardo Aquino

Interior

Destaque para o virtual cockpit, com quadro de instrumentos configurável, que pode informar ao motorista no lado esquerdo o status do sistema de propulsão (carregamento das baterias, recuperação de energia, porcentagem de potência entregue etc.).

Ao centro do quadro de instrumentos, dados de viagem, computador de bordo, navegação e mídia; e à direita, o velocímetro também digital.

Leia mais: Teste da Fiat Strada Volcano 1.3

O acabamento condiz com um carro do segmento premium que custa R$ 460 mil, com materiais de qualidade no painel, painéis de porta, forração dos bancos (Alcantara) etc.

Foto: Eduardo Aquino

O sistema multimídia é completo, com tela de 10,1 polegadas de excelente visualização e toque, com comando vocal d reconhecimento intuitivo, navegação em 3D etc.

Destaque também para a excelente qualidade do sistema de som Bang & Olufsen, com 16 alto-falantes, que é de série na versão avaliada (a Performance Black).

Leia mais: Teste do VW Nivus Comfortline

Foto: Eduardo Aquino

Espaço

Com excelente distância entre-eixos, o interior é bem espaçoso, mas, devido ao apoio de braço embutido no centro do banco traseiro, o conforto é para quatro adultos e uma criança. Porta-malas enorme de 660 litros.

Foto: Eduardo Aquino

Rodando

Dirigir o e-tron foi uma experiência diferente. Você sente o peso do carro (mais de duas toneladas e meia, sendo 700kg só das baterias), principalmente nas curvas, mas a estabilidade e o conforto da suspensão pneumática adaptativa são excelentes.

A direção (elétrica, é claro) é bem calibrada. O silêncio à bordo é um destaque positivo, reduzindo o estresse da viagem.

Leia mais: Hidrogênio é o futuro

Foto: Eduardo Aquino

O fôlego dos motores elétricos impressiona, principalmente nas retomadas e ultrapassagens. Os dados da Audi são: 0 a 100km/h em 5,7 segundos (no modo Boost) e máxima de 200km/h.

Como o e-tron é muito pesado, as frenagens mais fortes nas entradas de curvas e as descidas de serra recarregam com vigor as baterias.

Leia mais: Bons sinais do mercado

Foto: Eduardo Aquino

Consumo

Depois de uma carga completa em BH, chegamos a Tiradentes (190 quilômetros da capital), com 170 quilômetros de autonomia. Segundo a Audi, o modelo tem uma autonomia estimada de 436 quilômetros (pelo padrão global WLTP).

Carregamento das baterias

O tempo de recarga vai depender da infraestrutura existente. Num carregador DC de até 150 kW, as baterias podem ser recarregadas em 80% em cerca de 30 minutos. Num carregador doméstico (de 7,2kW), a carga completa é de cerca de 13 horas.

Leia mais: Teste do Fiat Cronos Drive 1.8

Foto: Eduardo Aquino

Câmeras

Em vez de retrovisores externos, há câmeras que reproduzem as imagens em telas nos painéis de porta. É difícil no início, mas o motorista se acostuma. A Audi ressalta que o ganho aerodinâmico é muito grande.

O e-tron conta também com câmera 360°, muito útil principalmente em manobras em lugares apertados (utilizamos muitas vezes nas ruas estreitas de Tiradentes).

Leia mais: Teste da Ducati Multistrada

Foto: Eduardo Aquino

Segurança

O pacote de segurança na versão que avaliamos, a topo de linha Performance Black, é completo, incluindo diversos sistemas de assistência a condução (controle automático de velocidade adaptativa, aviso de saída de pista, alerta de tráfego cruzado etc.).

Foto: Eduardo Aquino

Para que a viagem à Tiradentes fosse possível, a Audi instalou no estacionamento da pousada Pequena Tiradentes um recarregador de 11 kWh que ficará permanente no local, servindo não apenas para os modelos Audi como para outros carros elétricos visitarem a charmosa cidade histórica mineira.

Foto: Eduardo Aquino

Preços

Os preços do e-tron partem de R$ 531.990. A versão que avaliamos, a Performance Black, que estava equipada com todos os opcionais (faróis Matrix, Night Vision, retrovisores virtuais, entre outros), custa R$ 571.990.

Texto e fotos: Eduardo Aquino (*)

Jornalista viajou a convite da Audi do Brasil.

Acelera Ai
Acelera Airedacao@aceleraai.com.br

Jornalistas Eduardo Aquino e Luís Otávio Pires são os editores do site Acelera Aí e da seção veículos do portal Bhaz

Comentários