Polícia desvenda morte de criança após queda de prédio na Zona Sul de BH

viatura bombeiros prédio queda de criança
Prédio onde menino de 9 anos morreu após queda (Divulgação/CBMMG)

A Polícia Civil concluiu o inquérito que apurou as circunstâncias da queda de uma criança, de 9 anos, do terceiro andar do prédio em que morava, no bairro Santa Lúcia, na região Centro-Sul de BH. O acidente ocorreu na manhã do dia 19 de agosto.

Durante a investigação, segundo a Polícia Civil, foi realizada a perícia de local, além de exames pericial, químico, biológico e patológico (que serve para verificar se a vitima possuía alguma doença preexistente), cujos resultados apontaram que o caso não passou de uma fatalidade.

A criança teria se debruçado sobre a janela, cortado a tela de proteção com uma tesoura escolar, desequilibrado e caído do terceiro andar do imóvel. Ainda segundo análises periciais, o sangue encontrado na cozinha não era humano, o que comprova que nenhuma outra pessoa, presente no apartamento no momento do fato, tenha relação com o desfecho do caso.

Dessa forma, as investigações foram concluídas e o delegado Vinícius Dias sugeriu ao Poder Judiciário pelo arquivamento do inquérito policial. A investigação foi realizada pela 3ª Delegacia de Polícia Civil Sul, pertencente ao 1º Departamento de Polícia Civil em BH.

Motivo

Na época do acidente, o delegado disse ainda que a empregada contou que mais cedo teria presenciado uma briga entre mãe e filho. A mãe teria retirado o computador do garoto e ele não concordou. Após a mãe sair para levar avó do menino ao médico, ele teria tentado fugir do apartamento, mas o porteiro impediu. Em seguida, ele se trancou no quarto e arrastou a cadeira para perto da janela. No momento do acidente, a empregada estava na cozinha fazendo almoço. O porteiro chamou no interfone e contou que o menino tinha caído.

Edição: Roberth Costa
Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018 e 2019) e Sindibel (2019).

Comentários