Suplente de vereador preso vai tomar posse na Câmara de Belo Horizonte

reinaldinho e fachada da câmara municipal bh
Reinaldinho assume no lugar de Ronaldo Batista (Reprodução/Facebook/Reinaldinho de Oliveira + Moisés Teodoro/BHAZ)

O servidor público Reinado Oliveira, o Reinaldinho, será empossado vereador de Belo Horizonte nesta sexta-feira (23). O parlamentar do PROS (Partido Republicano da Ordem Social) vai assumir o cargo de Ronaldo Batista (PSC), que foi preso por suspeita de envolvimento na morte de um líder sindical de Funilândia, na região Central de Minas. A cerimônia acontecerá no plenário da Câmara Municipal (relembre aqui).

O suplente de Ronaldo foi convocado pela presidente da Câmara, vereadora Nely Aquino (Podemos), por meio de ofício. “Convoco Vossa Senhoria, na condição de 2º suplente do Partido da Mobilização Nacional – PMN, para tomar posse no cargo de vereador, em substituição ao vereador Ronaldo Batista, que teve o seu mandato suspenso em decorrência de decisão judicial”, escreveu a parlamentar em um dos trechos.

Reinaldinho se candidatou na eleição municipal de 2016 e obteve 4.068 votos. A quantidade não foi suficiente para ser eleito e ele ficou como segundo suplente do PMN, que na época era o partido dele. Agora, ele assume o lugar de Ronaldo, que chegou à Câmara devido à cassação do mandato de Cláudio Duarte pela prática do crime de rachadinha. Reinaldinho é candidato a vereador no pleito deste ano.

ofício câmara municipal de bh
Presidente da Câmara de BH convocou suplente para ser empossado (Reprodução/@gabrielazevedo/Twitter)

Ronaldo Batista

Ronaldo Batista deixou a Câmara da capital mineira após ser preso pela Polícia Civil, na quinta-feira da semana passada (15), suspeito de envolvimento na morte do vereador de Funilândia, na região Central de Minas Gerais, Hamilton de Moura (MDB).

Hamilton foi encontrado morto em um carro, no bairro Calafate, na região Oeste de Belo Horizonte, no dia 23 de julho. Testemunhas chamaram a PM, após encontrarem uma pessoa ferida dentro de um Ônix. O vereador de Funilândia apresentava perfurações de disparos de arma de fogo. Além de parlamentar, ele fazia parte do Simeclodif (Sindicato dos Motoristas e Empregados em Empresas de Transportes de Cargas, Logística em Transporte e Diferenciados de Belo Horizonte e Região).

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política.

Comentários