Dentista descumpre medida protetiva, ameaça ex e é preso no Buritis

deam polícia civil
Homem já era investigado por violência doméstica contra outras três vítimas (Divulgação/PCMG)

Um dentista de 55 anos foi preso no Buritis, região Oeste de BH, após enviar mensagens de ameaça à ex companheira. A mulher relatou à Polícia Civil que ele descumpria constantemente a medida protetiva expedida contra ele. O dentista foi preso nessa quinta (22), dois dias após o envio do email com a ameaça.

A equipe de policiais da Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) tentou localizar o homem no consultório em que ele atende, no Centro da capital. No entanto, após levantamentos, foi verificado que ele estaria em casa, local onde foi preso.

‘Até o inferno’

A prisão aconteceu exatamente dois dias após o homem fazer ameaça, por email, à ex companheira. Ao ser intimado para depor na Deam, ele chegou a escrever uma mensagem dizendo que se algo acontecesse, “iria até o inferno para acertar as contas”.

De acordo com Larissa Mascote, delegada responsável pelo caso, “a prisão reforça a necessidade da vítima não se calar, e evidencia que a Delegacia Virtual tem se revelado uma ferramenta eficiente para o recebimento de denúncias”.

O homem já era investigado por violência doméstica e familiar contra outras três vítimas. Em 2016, ele foi preso em flagrante, e em 2018, condenado a três meses de prisão em regime aberto.

Edição: Roberth Costa
Giovanna Fávero
Giovanna Fáverogiovanna.favero@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Escreve com foco na área de Guia e Cultura no BHAZ.

Comentários