Ex-participante de reality é dopado, estuprado e roubado em encontro

murilo marques bake off brasil estupro
Murilo Marques, ex-participante do “Bake Off Brasil”, revelou momentos de horror que viveu (Reprodução/Twitter)

O ex-participante do “Bake Off Brasil”, Murilo Marques, revelou pelo Twitter momentos de horror que passou durante um encontro com um rapaz de um aplicativo. De acordo com o relato, Murilo foi dopado, estuprado e roubado dentro de sua residência. Os crimes aconteceram na última semana, em São Paulo.

“Entrei para a estatística! Caí num golpe: fui dopado, violado e roubado em minha casa”, começa o ex-participante do reality. Ele conta que vive sozinho no edifício Copan, e que recebeu um rapaz que conheceu em um aplicativo de paquera. Logo após começarem a se beijar, o suspeito anunciou que era garoto de programa e precisava receber seu pagamento.

Dopado

Ele falou com o rapaz que não havia contratado ninguém, mas o suspeito já sacou uma máquina de cartão de crédito, exigindo o pagamento. O ex-“Bake Off Brasil”, então, disse que começou a se sentir estranho e desnorteado. Nesse momento, começaram as agressões por parte do rapaz, que o obrigou a passar a senha de todos os cartões. Foi só aí que ele percebeu que teria sido dopado.

“Eu já sabia que havia sido dopado e já havia apanhado, estava reunindo toda minha energia para tentar me proteger. Pedi pra gente descer a um caixa eletrônico para sacar dinheiro e ele ir embora. Fui até minha cômoda para pegar uma camiseta e ele voltou a ser bem agressivo”, continuou Murilo.

Nesse momento, Murilo conta que o rapaz o agarrou pelo braço, jogou um pó branco em cima da cômoda. “Disse que era cocaína e me mandou cheirar. Eu só conseguia responder que não queria, mas ele insistia e ameaçou quebrar meu braço se eu não aceitasse. Eu resisti e, talvez pelo meu estado ele não seria capaz de me forçar a cheirar”.

Estuprado e humilhado

As agressões sexuais começaram na sequência. “Fui jogado na cama de bruços, nesse momento o estupro aconteceu. Eu só lembro dele me estuprando com a mão enquanto eu me debatia. Não sei quanto tempo durou, não sei o quanto eu resisti, mas fui estuprado. Eu acho que ele me estuprou para me dopar mais, porque depois disso eu perdi quase toda minha consciência, entrei numa paranoia onde não sabia o que era realidade o que era pesadelo. Eu não conseguia andar, entrei em desespero pensando nos cartões, nas senhas”, desabafou.

Murilo Marques começou a passar muito mal e foi vomitar no banheiro. Quando deixou o local, o rapaz já havia saído do apartamento e levado seu celular e cartões. Só após esse momento que ele conseguiu ligar para seu namorado, Renan, com quem tem um relacionamento aberto. Com ajuda dele, Murilo bloqueou os cartões e procurou a polícia. Ele ainda disse que não se sentiu acolhido pelos policiais e foi humilhado. No total, nas quatro contas, o suspeito levou mais de R$ 70 mil.

Compraria apartamento

Ainda durante o desabafo, Murilo disse que estava juntando dinheiro, com o namorado, para comprarem um apartamento. Contudo, após o roubo, está totalmente zerado. Ele marcou os bancos na publicação, mas conta que eles não desfizeram as transações para reaver tudo o que foi roubado, pois o suspeito sabia todas as senhas.

“Me ajudem a espalhar esse relato, façam chegar aos bancos, eu não estou pedindo para ganhar dinheiro, eu só preciso que eles devolvam o que é meu e que foi tirado de mim durante um crime”, pediu o ex-participante do reality.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018 e 2019) e Sindibel (2019).

Comentários