PBH interrompe festa lotada e interdita lava-jato na região Norte da capital

Bar Heinekcar com aglomeração
Motivo da interdição ainda não foi confirmado pela Prefeitura (Reprodução/Redes Sociais)

O estabelecimento Heinekcar, que é uma mistura de bar com lava-jato, foi interditado em Belo Horizonte nesse domingo (25). O local no bairro Tupi, região Norte da capital, foi fechado por descumprimento dos decretos municipais que impedem aglomerações durante a pandemia de Covid-19. Fiscais de Controle Urbanístico e Ambiental da Prefeitura estiveram no local por volta de 21h, e encerraram um evento com dezenas de pessoas.

Desde as 16h, a casa promovia o “Tardezinha da Heinekcar”, de acordo com a divulgação feita nas redes sociais. A festa contou com música ao vivo e aglomeração dos convidados, sem uso de máscara. Alguns dos presentes compartilharam em que é possível ver que os cuidados com a pandemia não foram seguidos.

Flyer de divulgacao tardezinha heinekcar
Nas redes sociais, bar anuncia serviços de “insul film”, “entretenimento” e “cerveja gelada” (Reprodução/@heinekcaroficial/Instagram)

O BHAZ entrou em contato com o HeinekCar, por meio do telefone divulgado pelo estabelecimento nas redes sociais. Na ligação, um homem que se identificou apenas como o responsável pelo comércio se limitou a dizer que não estava no local no momento da interdição.

Decreto ignorado

As determinações da PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) preveem que os bares só podem funcionar, com a venda bebida alcóolica, de quarta-feira a domingo, até às 22h. Os eventos em casas de show, e em boates, ainda não foram liberados.

Ainda assim, os bares devem seguir alguns cuidados para poderem funcionar. Entre eles, o de restringir a capacidade máxima do estabelecimento a uma pessoa a cada 5 m² da área total, incluindo os funcionários e o de atender somente aos clientes sentados para consumo no local, com o máximo de quatro pessoas por mesa.

A PBH permitiu também, no dia 18 de setembro, que bares da capital mineira recebessem apresentações de música ao vivo, desde que os artistas utilizassem máscaras e que fossem instaladas barreiras físicas para separar o músico do público.

Como denunciar?

A população pode denunciar o funcionamento indevido de estabelecimentos ou aglomerações utilizando o aplicativo PBH App. As queixas de descumprimento das regras também podem ser feitas aqui, e as denúncias de aglomerações em salões de festas comerciais podem ser registradas aqui.

Edição: Roberth Costa
Guilherme Gurgel
Guilherme Gurgelguilherme.gurgel@bhaz.com.br

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Escreve com foco nas editorias de Cidades e Variedades no BHAZ.

Comentários