Mãe de Priscila Belfort nega ter localizado a filha: ‘Infelizmente não é ela’

mãe priscila belfort irmão vitor
Priscila Belfort ao lado do irmão, o lutador Vitor (Reprodução/Instagram/@jovitabelfort)

A mãe do lutador Vitor Belfort, Jovita Belfort, usou o Instagram nesta sexta (30) para falar sobre a filha Priscila, que desapareceu em 2004 depois de ser sequestrada. O caso segue, até hoje, como um mistério para as autoridades e a família. Nos últimos dias, no entanto, fotos de uma mulher apontada como Priscila viralizaram na web. E a mãe dela comentou o assunto.

Na postagem, Jovita explica que teve acesso aos registros da mulher apontada como Priscila e que foi atrás do autor das imagens. Segundo informado, ela teria sido vista na cidade de Cotia, em São Paulo. Mas, ao encontrar o responsável pelas fotos, e depois de analisar as características de ambas, a mãe e a família dizem ter certeza de que não se trata de Priscila.

“Quero agradecer a todos que têm falado comigo por zap, por face, pelo IG, pelo carinho, pela atenção e pela força. Faz 4 dias que entrei em contato com o autor da foto, conversamos… A foto foi tirada em Cotia”, escreveu em um trecho.

“Realmente, ela lembra um pouco, mas tem muitos pontos diferentes da Priscila. Eu e minha família conversamos, analisamos e temos, infelizmente, a certeza de que não é a Priscila”, disse Jovita no Instagram.

A mãe de Priscila ainda pediu que as pessoas continuem orando para que a família consiga uma resposta sobre o que ocorreu com a jovem.

Ver essa foto no Instagram

Quero agradecer a todos q tem falado comigo por zap , por face , pelo IG , pelo carinho , pela atenção e pela força. Faz 4 dias que entrei em contato com o autor da foto, conversamos a foto foi tirada em Cotia. o autor da foto foi mto sincero, a moça tomou um suco e conversou um pouco, meio desencontrada, mas foi logo embora e ainda não retornou ao local da foto. Realmente ela lembra um pouco, mas tem muitos pontos diferentes da Priscila. Eu e minha familia conversamos, analisamos e temos INFELIZMENTE A CERTEZA Q NÃO É A PRISCILA. Até pq hoje Priscila tem 45 anos indo para 46 anos e a moça não tem esta idade. MAS DEVE SER DE OUTRA FAMÍLIA Q ESTÁ A PROCURA DELA. O Q FAZER NESTES CASOS: CHAMAR A POLÍCIA OU LEVAR ATÉ UMA DELEGACIA PARA TIRAR AS IMPRESSÕES DIGITAIS, PARA SABER SE ELA ESTÁ DESAPARECIDA. Há 2 anos aconteceu a mesma coisa em Santos e a moça q pensaram q poderia ser a Priscila foi levada para uma delegacia lá ela foi identificada e voltou para a família. DESDE DE JÁ AGRADEÇO O CARINHO DE TODOS E TODAS! Peço q continuem orando 🙏🏼para encontrarmos ou termos uma resposta e compartilhando a foto da Priscila e de tantos outros desaparecidos. Jovita Belfort e família @joanapradob @vitorbelfort @cvieira

Uma publicação compartilhada por Jovita Belfort (@jovitabelfort) em

O caso

Priscila desapareceu em janeiro de 2004 após ser sequestrada por traficantes. A Polícia trabalha com a hipótese de homicídio e, em 2017, prendeu dois suspeitos pelo crime. A hipótese mais forte da polícia era de que Priscila tivesse sido assassinada no Morro da Providência, no Rio de Janeiro, o que nunca chegou a ser comprovado.

Roberth Costa
Roberth Costaroberth.costa@bhaz.com.br

Editor do BHAZ desde junho de 2018 e repórter desde 2014. Participou do processo de criação do portal no ano de 2012. É formado em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Promove de Belo Horizonte e tem como foco a editoria de Cidades.

Comentários