Supostos novos áudios: Anitta fala de Iggy Azalea, Preta Gil e Simaria

anitta iggy preta gil simaria
Anitta teria falado das cantoras Iggy Azalea, Preta Gil e Simaria (Reprodução/Instagram)

A cantora Anitta teve supostos áudios vazados pelo jornalista Erlan Bastos, em seu programa, na noite dessa terça-feira (10). No conteúdo divulgado pelo profissional, Anitta estaria falando sobre Simaria, Preta Gil, Pitty, Paloma Bernardi, Ludmilla, Nego do Borel e da cantora australiana Iggy Azalea.

No primeiro áudio revelado, Simaria teria ido tirar satisfação com Anitta no Prêmio Multishow. “Eu detesto fazer a falsa, odeio. Só que o Multishow tinha me pedido pra fazer o lance da Loka [música] antes de eu saber dessas coisas, dela falar mal de mim. Eu tinha dado já minha palavra para o Multishow e fui cumprir, só que eu fui e não fiquei fazendo a linha não”, começou o áudio.

O motivo do conflito seria pelo fato de Anitta não querer divulgar Simaria em seu Instagram. “As pessoas não vão clicar no seu flyer, não é assim, não vai adiantar. Eu ajudo as pessoas pra ajudar, eu não ajudo as pessoas pra mostrar para os outros”, continuou o áudio. A dona do hit “Me Gusta” teria dito que Simaria ficou irritada por ser ignorada. “Como que eu, a mulher mais estourada do Brasil, a banda, o grupo mais estourado do Brasil, tenho tempo? Sou casada, tenho filhos e respondo”, teria ponderado Simaria.

Ludmilla, Nego do Borel e Preta Gil

Em outro momento, o suposto áudio com a voz de Anitta teria comentado sobre Ludmilla e Nego do Borel. “Eu ajudo as pessoas da maneira que eu posso, da maneira que eu acredito que vai ajudar. Quando eu tenho um show que eu não vou conseguir fazer, mando o número do empresário da Ludmilla mesmo com tudo que aconteceu. Quando teve a campanha da Claro botei o Nego [do Borel], Nego ganhou um dinheiro bacana pra caramba”.

No trecho seguinte, a funkeira carioca teria falado sobre Preta Gil e Rodrigo Godoy. “A Preta chegou para o Thiago [Magalhães, ex-marido de Anitta] e falou: ‘Que horas que você vai descobrir que não dá para casar com famosa?'”, disse a suposta voz da cantora Anitta.

“A gente estava lá em casa, no aniversário da Larissa, com o Belo a Gracyanne e todo mundo, aí a Preta chegou atrasada. Eu educadamente falei: ‘Oi, tudo bem? Cadê o Rodrigo?’. Ela falou assim: ‘Rodrigo já desistiu de acompanhar. E você quando vai perceber que não dá para ser casado com artista?'”, disse a suposta voz atribuída ao ex-marido de Anitta, Thiago Magalhães. “Aí, um amigo meu viu isso e tirou o Thiago da roda na hora. Foi o maior babado”, completou o suposto áudio da funkeira.

Desconforto com Iggy Azalea

Em mais áudios vazados, Anitta comentou sobre a rapper australiana Iggy Azalea. “A Iggy, nós estavámos com o mesmo manager. Ele falou: ‘Por que que você não grava com ela?’ E eu falei que tudo bem. Que a união do público dela com o meu ia ser muito bom e etc. Aí, fomos para o clipe. Aí, ela queria vetar o Henrique, meu maquiador, que maquia a Gisele [Bündchen]. Aí, ok. Eu falei com o Henrique que ela não devia conhecer o trabalho dele. Aí, ela tirou as minhas cenas de dança porque, tipo assim, foi marcado um horário para chegar, e eu fiquei esperando para gravar a minha parte e tinha show no Brasil. Fiquei esperando, esperando e não gravei a minha cena de dança. Gravei uma cena com ela sentada e ela falou que eu podia ir embora”, iniciou.

“Aí, o manager morreu. Melhor nem falar. Ele faleceu. Aí, surgiu o convite para o Jimmy Fallon, porque esse manager tinha um assistente que me adorava. Aí, eu perguntei se eles tinham certeza, e eu cancelei um monte de shows no Brasil e perdi uma grana… Os contratantes para não ficarem no prejuízo, dei show de graça para eles. E eu estava sem visto de trabalho e foi um Deus nos acuda para conseguir esse visto. Foi babado”, continuou a cantora.

“Consegui o visto hora antes do show. Aí, aproveitei que estava em Nova York e gravei o clipe de Paradinha, para otimizar. Eles quiseram adiar minha participação no Jimmy Fallon. Eu eu falei: ‘Como assim?’. Expliquei que tinha adiado shows e falei não. Aí, comecei a mandar uma planilha com todos os custos dos compromissos que precisei cancelar e falei: ‘Tudo bem. Vocês querem cancelar? Então, paguem’. Aí, eles voltaram atrás. Mas não sei se era ela ou ele. Quando participei, o povo do Brasil começou a fazer um estardalhaço e na minha frente ela era muito fofa…”, continuou.

Ainda segundo o suposto áudio da cantora, toda “sacanagem” que fizeram com ela foi baseada na apresentação da MTV. “Eu cancelei a participação de um evento do meu patrocinador no Brasil e fui. Eu viajei e quando cheguei lá, eles mandaram email falando que minha participação estava cancelada… Aí, eu fiquei desesperada, porque tinha me planejado inteira para me apresentar… Aí, o Johnny, que na época não era meu manager, era só meu amigo, arrumou um negócio para eu me apresentar lá. Aí, quando ela viu que eu estava lá, falou que queria falar comigo… Aí, eu achei que ela sei lá… Mas ela só queria uma foto, porque o povo estava xingando ela. Ela chegou tirou uma foto comigo, postou e me deu beijinho e saiu”, concluiu.

Anexados em processo

De acordo com o jornalista Erlan Bastos, todos esses arquivos foram anexados na defesa de Léo Dias em processo que Anitta move contra ele. A alegação da cantora é que ele foi chantageada por Dias. Veja o programa com os áudios na íntegra:

Silêncio

Pelas redes sociais, até o momento de publicação desta reportagem, a artista não havia se pronunciado sobre o assunto. O BHAZ entrou em contato com a bpmcom, assessoria responsável pela cantora Anitta, e questionou sobre a veracidade dos áudios e se a artista queria se manifestar. Até o momento, a assessoria não nos deu retorno. Caso nos seja enviado um posicionamento, a matéria será atualizada.

Edição: Thiago Ricci
Vitor Fernandes
Vitor Fernandesvitor.fernandes@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde fevereiro de 2017. Jornalista graduado pela PUC Minas, com experiência em redações de veículos de comunicação. Trabalhou na gestão de redes do interior da Rede Minas e na parte esportiva do Portal UOL. Com reportagens vencedoras nos prêmios CDL (2018 e 2019) e Sindibel (2019).

Comentários