[Farsa ou Fato] Checamos se Áurea disse verdade, exagerou ou mentiu

áurea carolina farsa ou fato checamos
Áurea Carolina é a 14ª candidata checada pelo BHAZ (Arte/BHAZ)

Números, dados, milhões, milhares, melhor ou pior da história… Disputa eleitoral é sempre a mesma história: candidatas e candidatos disparam um monte de informação na hora de tentar conquistar o voto e o eleitor fica até confuso. É tudo verdade? Exagerou um pouco – ou muito? Viajou na quantidade apresentada? Pois o BHAZ resolveu tirar isso a limpo!

O portal, o primeiro em Belo Horizonte a criar uma editoria para checagem de fatos – o Farsa ou Fato -, fez um pente-fino nas 15 entrevistas realizadas com todos os postulantes à PBH (Prefeitura de Belo Horizonte). Como as sabatinas duraram mais de 45 minutos e abordaram assuntos diversos, limitamos a conferência para cinco áreas: ECONOMIA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA e TRANSPORTE.

Todos os posicionamentos de órgãos oficiais procurados para realizar a checagem serão reproduzidos na íntegra ao fim deste texto.

Ah, e não conferimos a viabilidade das propostas apresentadas: apenas dados e informações objetivos já, digamos, consolidados. A ordem de publicação será a mesma das entrevistas, definida em sorteio:

economia farsa ou fato

Na área da ECONOMIA, a deputada federal e candidata do PSOL à PBH, Áurea Carolina, não proferiu uma fala sequer passível de checagem.

educação farsa ou fato

Na área da EDUCAÇÃO, a deputada federal e candidata do PSOL à PBH, Áurea Carolina, não proferiu uma fala sequer passível de checagem.

saúde farsa ou fato

Na área da SAÚDE, a deputada federal e candidata do PSOL à PBH, Áurea Carolina, proferiu uma fala passível de checagem.

Fortalecimento de carreiras

“A gente tem que fortalecer algumas carreiras que hoje não contam com o aporte da prefeitura como seria necessário. Eu trago o exemplo das enfermeiras que estão na luta pela equiparação salarial com outras carreiras de nível superior. São principalmente mulheres, mulheres negras trabalhadoras que estão na linha de frente nesta pandemia e que prestaram serviço primoroso de proteção a vida”.

Entre as propostas apresentadas por Áurea Carolina está a de equiparar o salário das enfermeiras com a de outras carreiras de nível superior. Checamos como está a situação atual na rede pública. De acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, foi concedido um “reajuste geral para todos os servidores conforme informações abaixo”:

  • 3,78%: retroativo a 1º de janeiro de 2020
  • 3,30%: a partir de 1º de dezembro de 2020
  • 2018: 2,43%
  • 2017: 2,53%

A pasta esclareceu que, além dos reajustes nos vencimentos, “os servidores receberam um aumento de 2,43% nas gratificações e abonos a partir de agosto de 2018, conforme a Lei 11.134/18”. O que seria o “atendimento a uma demanda histórica”.

Outra questão destacada pela secretaria de Planejamento é que “o aumento médio da remuneração do servidor entre 2017 e outubro de 2019 foi de 24% em virtude dos reajustes, progressões e quinquênios concedidos”. Por fim, foi informado que a categoria de enfermagem “possui Plano de Carreira, regido pela Lei 7.238/96”.

No entanto, a administração municipal não fala sobre a equiparação – ou mesmo comparação – da carreira de enfermeiras com a de outros profissionais. Assim como a Áurea não é clara sobre qual tipo de equiparação se refere.

inconclusivo farsa ou fato

Dessa forma, o “veredito” não poderia ser outro senão inconclusivo.

segurança farsa ou fato

Na área da SEGURANÇA, a deputada federal e candidata do PSOL à PBH, Áurea Carolina, proferiu uma fala passível de checagem.

Investimento em armamento

“Precisamos inverter modelo que existe hoje em Belo Horizonte e que acaba colocando muito recurso público em armamento e menos em prevenção”

De acordo com dados da PBH, em 2020, R$ 8,3 milhões foram destinados para a compra de armamentos destinados à Guarda Civil Municipal. Em contrapartida, o orçamento da Prevenção Social, em 2020, foi de R$ 335,6 mil.

A PBH justifica o montante menor à revisão do orçamento em razão do contingenciamento de despesas. Além disso, a gestão afirma que captou R$ 560 mil em recursos para a Prevenção Social.

Além disso, a prefeitura também destinou R$ 1 milhão ao orçamento da Prevenção Situacional para o treinamento de manejo e emprego de arma de fogo, contido no Estágio de Capacitação Profissional da Guarda Municipal.

farsa ou fato

As afirmações da candidata batem com os dados informados pela prefeitura.

transporte farsa ou fato

Na área do TRANSPORTE, a deputada federal e candidata do PSOL à PBH, Áurea Carolina, não proferiu uma fala sequer passível de checagem.

Notas na íntegra

Confira as respostas dos órgãos oficiais na íntegra:

Respostas da PBH

Armamento
Em 2020 foram investidos R$ 8.350.773,35″.

Prevenção
“O orçamento da Prevenção Social em 2020 foi de R$ 335.635,00 – após revisão do orçamento em razão do contingenciamento de despesas. Além disso, foram captados recursos no montante de R$ 560.038,00 para a Prevenção Social. O orçamento da Prevenção Situacional com o treinamento continuado de manejo e emprego de arma de fogo, contido no Estágio de Capacitação Profissional da Guarda Municipal em 2020 foi de R$ 1.000.000,00”.

Saúde

“A Prefeitura concedeu reajuste geral para todos os servidores conforme informações abaixo:

3,78%: retroativo a 1º de janeiro de 2020
3,30%: a partir de 1º de dezembro de 2020
2018: 2,43%
2017: 2,53%

Para além desses reajustes no vencimento básico, os servidores receberam aumento de 2,43% nas gratificações e abonos a partir de agosto de 2018, conforme a Lei 11.134/18 – atendimento a uma demanda histórica.

De acordo com dados levantados pela Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Gestão, o aumento médio da remuneração do servidor entre 2017 e outubro de 2019 foi de 24% em virtude dos reajustes, progressões e quinquênios concedidos.

A categoria possui Plano de Carreira, regido pela Lei 7.238/96″

Edição: Thiago Ricci
Rafael D'Oliveira
Rafael D'Oliveirarafael.doliveira@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Vitor Fórneas
Vitor Fórneasvitor.forneas@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde maio de 2017. Jornalista graduado pelo UniBH (Centro Universitário de Belo Horizonte) e com atuação focada nas editorias de Cidades e Política. Teve reportagens agraciadas pelo prêmio CDL.

Comentários