[Farsa ou Fato] Checamos se Nilmário disse verdade, exagerou ou mentiu

nilmário miranda farsa ou fato checamos
Nilmário Miranda é o 5º candidato checado pelo BHAZ (Arte/BHAZ)

Números, dados, milhões, milhares, melhor ou pior da história… Disputa eleitoral é sempre a mesma história: candidatas e candidatos disparam um monte de informação na hora de tentar conquistar o voto e o eleitor fica até confuso. É tudo verdade? Exagerou um pouco – ou muito? Viajou na quantidade apresentada? Pois o BHAZ resolveu tirar isso a limpo!

O portal, o primeiro em Belo Horizonte a criar uma editoria para checagem de fatos – o Farsa ou Fato -, fez um pente-fino nas 15 entrevistas realizadas com todos os postulantes à PBH (Prefeitura de Belo Horizonte). Como as sabatinas duraram mais de 45 minutos e abordaram assuntos diversos, limitamos a conferência para cinco áreas: ECONOMIA, EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA e TRANSPORTE.

Todos os posicionamentos de órgãos oficiais procurados para realizar a checagem serão reproduzidos na íntegra ao fim deste texto.

Ah, e não conferimos a viabilidade das propostas apresentadas: apenas dados e informações objetivos já, digamos, consolidados. A ordem de publicação será a mesma das entrevistas, definida em sorteio:

economia farsa ou fato

Na área da ECONOMIA, o ex-deputado federal e estadual e candidato à PBH pelo PT, Nilmário Miranda, não proferiu fala alguma passível de checagem.

educação farsa ou fato

Na área da EDUCAÇÃO, o ex-deputado federal e estadual e candidato à PBH pelo PT, Nilmário Miranda, não proferiu fala alguma passível de checagem.

saúde farsa ou fato

Na área da SAÚDE, o ex-deputado federal e estadual e candidato à PBH pelo PT, Nilmário Miranda, não proferiu fala alguma passível de checagem.

segurança farsa ou fato

Na área da SEGURANÇA, o ex-deputado federal e estadual e candidato à PBH pelo PT, Nilmário Miranda, não proferiu fala alguma passível de checagem.

transporte farsa ou fato

Na área do TRANSPORTE, o ex-deputado federal e estadual e candidato à PBH pelo PT, Nilmário Miranda, proferiu uma fala passível de checagem.

Ciclovias

“Tem um programa para 411 km de ciclovias, e não foi feito nada. Se pegar o ritmo do Kalil, vai demorar 50 anos para fazer esse programa”

Bem como citado por Nilmário Miranda, esse programa realmente existe, trata-se do PlanBici, construído pela BH em Ciclo e aprovado pelo prefeito Alexandre Kalil, em 18 de julho de 2017. A meta do plano é alcançar, em 2020, 411 km de ciclovias, mas de fato, a expectativa é de que isso não se realize.

Procurada pelo BHAZ, a administração municipal afirma que a cidade tem hoje 89,9 km de ciclovias e que “existe um planejamento para mais de 300 km de rotas para bicicletas”. Mas, até agora, nada foi feito. “Gradativamente, conforme a disponibilidade dos recursos financeiros disponíveis, serão implantadas na cidade”, afirma, por nota.

Durante a pandemia, a PBH chegou a acrescentar 20 km de ciclofaixas provisórias que ligam as regiões Oeste a Leste da capital mineira. À época, a coordenadora de sustentabilidade e meio ambiente da BHTrans, Eveline Trevisan, admitiu que a implementação foi incentivada justamente pela pandemia.

Procurada pela reportagem, a BH em Ciclo afirmou que os 20 km de ciclofaixas inaugurados durante a pandemia podem até ser incluídos no montante total de 411 km. Mas, para isso, a via tem de deixar de ser provisória e se tornar, de fato, definitiva.

farsa ou fato

O programa para a implantação de 411 km de ciclovias existe e a atual gestão só inaugurou, em quase 4 anos, ciclofaixas provisórias.

Notas na íntegra

Confira as respostas dos órgãos oficiais na íntegra:

Respostas da PBH

Bicicletas

Foram implantados 20 km de ciclofaixas (2017/ 2020). Ciclofaixa Oeste/ Leste: Dos 30 km desse trecho, 20 km são novos trechos cicloviários. 

Belo Horizonte possui 89,93 km de ciclovias. Já existe um planejamento para mais de 300 km de rotas para bicicletas na capital que, gradativamente, conforme a disponibilidade  dos recursos financeiros disponíveis, serão implantadas na cidade.

Neste momento estamos finalizando projetos executivos de mais 70 km de ciclovias“.

Edição: Thiago Ricci
Rafael D'Oliveira
Rafael D'Oliveirarafael.doliveira@bhaz.com.br

Repórter do BHAZ desde janeiro de 2017. Formado em Jornalismo e com mais de cinco anos de experiência em coberturas políticas, econômicas e da editoria de Cidades. Pós-graduando em Poder Legislativo e Políticas Públicas na Escola Legislativa.

Comentários